Notícias Adventistas

Filme impacta e leva professor norueguês ao batismo

Desde meados de 2017, a Igreja Adventista já produziu 19 filmes sistematicamente através da plataforma de vídeos feliz7play.com

Por Carolyn Azo 12 de fevereiro de 2021

O professor é frequentemente convidado a compartilhar sua história nas igrejas ao redor de Mjøndalen (Foto: Arild Bjørndahl Viksand)

Christian Ødegård, professor da Escola Adventista de Rosendal, na Noruega, não imaginou que um dia trabalharia em uma Escola Adventista, muito menos que seria membro da Igreja. Ele conversou com a Agência Adventista Sul-Americana de Notícias (ASN) e contou os detalhes de como um filme de Hollywood o levou a conhecer a denominação mais de perto.

“Em 2016, enquanto eu servia na Marinha de meu país, Noruega, meus colegas e eu fomos convidados para assistir ao filme “Até o Último Homem”, que tem como protagonista o falecido Desmond Doss, um soldado adventista que não usou armas na batalha de Okinawa [Japão]. Ele foi o primeiro e único objetor de consciência a receber a Medalha de Honra na guerra. Isso me impactou muito e eu decidi ser como Desmond Doss, frequentando minha antiga igreja todos os domingos”, detalha Ødegård.

Leia também:

Nessa época, ele acrescenta que também assistiu algumas ao filme “A Paixão de Cristo” relacionado à crucifixão de Jesus. Coincidentemente, os dois filmes são do ator, diretor e produtor Mel Gibson. Com lágrimas nos olhos, o docente decidiu reconsiderar sua relação com Deus.

Por um período, seu irmão mais velho trabalhou como professor substituto na Escola Adventista de Rosendal, e semanalmente contava como era trabalhar lá. “Então, como havia visto no filme, perguntei se eles guardavam o sábado e se eram vegetarianos, e ele me disse que sim. Fiquei surpreso porque não achei que em nossa pequena comunidade tivéssemos a Igreja de Desmond Doss, e isso despertou em mim muita curiosidade e felicidade”, sublinha.

Visita inesperada

Nessa época, o norueguês já estudava a Bíblia e quis conhecer as crenças dos adventistas. “Em um domingo, fui à igreja adventista para dar uma olhada, porque sabia que eles guardavam o sábado. Pensei que o lugar estaria vazio, mas havia algumas pessoas lá. Eles tinham acabado de chegar de um acampamento de desbravadores. Tentei me aproximar deles. No começo, ficaram surpresos por um desconhecido falar com eles, mas aos poucos comecei a ganhar a confiança deles até que lhes contei o motivo de minha visita. Então, me convidaram para participar do culto no próximo sábado”, acrescenta Christian. “E desde o verão de 2017 tenho guardado o sábado.”

O professor foi batizado no dia 28 de abril de 2018, no templo adventista de Mjøndalen, Noruega. Sobre a influência dos filmes adventistas na vida das pessoas, ele afirma “que são uma ferramenta evangelística muito importante, porque chegam aos lares onde talvez não poderíamos entrar facilmente, nos ajudam a conhecer mais sobre a Bíblia e nos lembram como devemos viver como cristãos.”

Em suas pregações, ele defende sua fé e compartilha esperança. (Imagem: Carolyn Azo)

O testemunho do militar adventista norte-americano ainda ecoa na vida de Christian, que se propôs a compartilhar a mensagem da Bíblia com sua família na Noruega. Atualmente, ele conta como Deus transformou sua vida por meio de filmes.

Produções cinematográficas cristãs

Na América do Sul, a Igreja Adventista começou a produzir filmes para evangelização em 1969, com o filme “A Vitória Final”. Desde então, vários outros foram feitos com o mesmo objetivo, mas de forma esporádica. Entretanto, desde meados de 2017, ela iniciou a produção sistemática de filmes através da plataforma de vídeos feliz7play.com.

A ASN também conversou com o gerente de estratégias digitais da Igreja Adventista na América do Sul, Carlos Magalhães, sobre o trabalho que a organização religiosa faz com os longas-metragens apresentados na plataforma de vídeos.

“O evangelismo através do cinema é algo que as igrejas vêm fazendo desde que os primeiros filmes apareceram. As igrejas perceberam que essa é uma maneira de levar o evangelho de uma forma mais visual e didática. Embora a maioria dos filmes produzidos hoje em dia traga mensagens negativas, os filmes cristãos são diferentes e visam compartilhar princípios morais e mensagens espirituais”, explica.

Por isso, segundo ele, os filmes podem ser uma forma muito eficaz de atrair a atenção das pessoas e ilustrar realidades espirituais que ajudam a transformar vidas.

Assista ao filme Renascidos – Novo Coração:

Magalhães também comenta que os adventistas na América do Sul têm dois objetivos principais ao usar os filmes: dialogar com as novas gerações e compartilhar a cosmovisão cristã com a sociedade. E eles foram alcançados com sucesso, destaca ele. Através dos filmes produzidos, muitas pessoas entraram em contato com a Igreja e expressaram como essas produções as ajudaram a aprender mais sobre o evangelho e o amor de Deus.

Para conhecer filmes, séries e programas para a família, acesse felizyplay.com

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox