Notícias Adventistas

Família estuda a Bíblia com conteúdos da TV Novo Tempo e decide pelo batismo

Família também convidava parentes para assistirem TV e estudarem a Bíblia

Por Paulo Ribeiro 30 de setembro de 2021

Família se emociona e comemora batismo. [Foto: Reprodução].

Enquanto aguardava o seu esposo chegar do trabalho à noite, em 2015, Zenita de Melo Silva sempre assistia a programação da TV Novo Tempo. O seu esposo, Edemar Fernando Belmirio, notava que ela era telespectadora assídua da emissora adventista, mas ele não demonstrava interesse em conferir a programação do canal.

Mas, em 2017, após vários convites e apelos de Zenita, Edemar finalmente resolveu assistir a TV. O que ele não imaginava é que a partir daquele dia sua vida e a de sua família seriam transformadas.

Os temas bíblicos apresentados na TV Novo Tempo aguçaram cada vez mais a curiosidade em Ademar, principalmente as pregações e estudos sobre profecias. O interesse era tanto, que ele começou a baixar os programas pela internet dos pastores Gilson Brito e Luís Gonçalves para, posteriormente, reprisar os conteúdos. “A gente não perdia nenhum programa”, lembra Edemar.

Compartilhando a mensagem 

Não satisfeitos em reterem os conteúdos somente para si, Edemar e Zenita decidiram iniciar uma classe de estudo da Bíblia em casa. Para isso, eles convidaram alguns familiares, como irmãos, sobrinhos, cunhados, filho, e a mãe de Edemar.

Entre oito e dez pessoas se reuniam toda semana para o estudo da Bíblia. Os vídeos com as gravações da TV Novo Tempo eram exibidos para todo o grupo, e, na sequência, eles conversavam e debatiam os temas assistidos.

“Eu conectava o meu computador na TV e colocava os estudos para todos assistirem. Cada um tinha a sua Bíblia. Foram 18 temas, e nos reunimos todo final de semana. Depois a gente começou baixar outros estudos. Todo mundo estava com sede de aprender”, conta Edemar.

Templo fechado, igreja ativa

No início de 2020, o Edemar e o seu filho, Eduardo da Silva, passaram de carro em frente à uma igreja adventista de Blumenau. Eles decidiram parar, mas o templo estava fechado devido à pandemia de Covid-19. Entretanto, eles conseguiram o contato de líderes da igreja, do ancião Maurício Krieger e a sua esposa Keila Regiane Krieger, com alguns homens que trabalhavam em uma obra no local.

O Edemar ligou para a família da igreja e disse que assistia a TV Novo Tempo e que gostaria de receber alguém da igreja para estudar a Bíblia com ele e com todas as pessoas da classe bíblica que mantinha em casa.

Um ano após aprender sobre o batismo e as crenças dos adventistas do sétimo dia, Edemar, Zenita, o filho deles, Eduardo, a irmã do Ademar, Josane da Silva, e a filha da Josane, Victória da Silva, foram batizados todos juntos na igreja adventista do bairro Glória, em Blumenau, no dia 14 de maio de 2021.

A mãe de Edemar, dona Laura Santiago Silva, de 69 anos, também tomou a decisão pelo batismo neste ano. A cerimônia batismal dela ocorreu no sábado, 25 de setembro, no Colégio Adventista de Blumenau, durante o encerramento da semana de evangelismo “Esperança Além da Crise”.

Dona Laura Santiago Silva durante seu batismo. [Foto: Paulo Ribeiro].

Esperança além da crise

A conversão da família do Edemar e Zenita é uma das dezenas de outras histórias de pessoas que tomaram a decisão pelo batismo durante a semana de evangelismo que movimentou dezenas de igrejas adventistas em Blumenau e região.

Ainda que num formato diferente, a cidade de Joinville também contou com programações de evangelismo em diversas igrejas. As mobilizações em ambas as regiões ocorreram nos dias 18 a 25 de setembro. Os cultos fazem parte do Batismo da Primavera, um movimento que ocorre anualmente em congregações adventistas na América do Sul.

Em Blumenau e região, as programações foram dirigidas por pastores da sede administrativa da Igreja Adventista para o Sul do Brasil (União Sul Brasileira), e por pastores da sede administrativa da Igreja Adventista para o norte de Santa Catarina (Associação Norte Catarinense).

Pastores da União Sul Brasileira (USB), da Associação Norte Catarinense (ANC) e estudantes de teologia que estiveram nas igrejas de Blumenau e região durante a semana de evangelismo. [Foto: Paulo Ribeiro].

Tanto em Joinville quanto em Blumenau, as igrejas contaram com a participação de estudantes de teologia do Instituto Adventista Paranaense (IAP). De acordo com o pastor Gleuder Andrade, líder de Evangelismo na Associação Norte Catarinense, a intenção é que nas próximas mobilizações esses alunos também auxiliam nos trabalhos.

Conforme o departamento de Evangelismo da Associação Norte Catarinense, mais de 200 pessoas se batizaram durante as programações. As pessoas que foram batizadas estudaram a Bíblia no decorrer deste ano, e, no mês de setembro, várias celebrações ocorrem para promover o Batismo da Primavera.

O pastor Ronaldo Bertazzo, presidente da Igreja Adventista para o território da Associação Norte Catarinense, destaca o engajamento da igreja nas programações. “A igreja se envolveu de maneira muito ativa, tanto os membros quanto os pastores, e a gente teve um resultado bem satisfatório e ficamos felizes com tudo”, agradece Bertazzo.

Batismo da Primavera

O nome do movimento é alusivo à estação do ano que sucede o inverno, a primavera. O Batismo da Primavera foi criado em 1963, quando o pastor Ademar Quint era o líder da igreja adventista do bairro Madureira, no Rio de Janeiro. Naquela ocasião, foram batizados 48 juvenis. Dali em diante, esse evento se tornou a principal festa batismal dentro do calendário eclesiástico adventista.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox