Notícias Adventistas

Evangelismo Escola: igreja reavivada, vidas transformadas

Evangelismo Escola mobilizou 60 pontos de pregação em Juiz de Fora e região

Por Alessandra Guimarães 6 de agosto de 2019

Não tem como ser adventista sem ser evangelista, porque falar do que Cristo fez deve ser a nossa motivação diária, não é mesmo? E para fortalecer essa chama da pregação da palavra entre os Adventistas do Sétimo Dia da região da Zona da Mata e Sul de Minas, nos dias 20 a 27 de julho, a Associação Mineira Sul coordenou uma empreitada missionária.

O Evangelismo Escola é um projeto idealizado pela Divisão Sul Americana, sede administrativa da Igreja Adventista do Sétimo Dia para os oito países da América do Sul.

O projeto existe para reciclar os conhecimentos sobre evangelismo entre os pastores distritais, reavivar a igreja local e levar interessados a uma decisão real ao lado de Cristo.

Esta foi a primeira vez que o projeto foi realizado na região. O pastor Eduardo Acencio, presidente da Associação Mineira Sul (AMS), sede administrativa da Igreja Adventista do Sétimo Dia para o Sul de Minas e Zona da Mata, comenta que receber o Evangelismo Escola neste campo foi uma grande bênção.

“Separar uma semana para que todos os pastores do campo vivam o ministério de forma intensa, pregando todos os dias, batizando e apelando ao coração das pessoas, é algo maravilhoso”.

Aprendizado, reciclagem e noites de bênçãos

Além dos pastores da região da Zona da Mata e Sul de Minas Gerais, também foram convidados alguns outros ministros que atuam no Rio de Janeiro, Espírito Santo e outras regiões de Minas Gerais.

Todas as manhãs, os 70 pastores se reuniam em um local preparado para terem as aulas. Ali, tendo como professor o pastor Luís Gonçalves, o grupo estudava sobre o método de Cristo para alcançar pessoas e compartilhavam experiências sobre como evangelizar nos dias atuais.

Pastores que participaram do Evangelismo Escola em Juiz de Fora

Segundo o diretor de Evangelismo da Divisão Sul Americana (DSA) e apresentador da TV Novo Tempo, pastor Luís Gonçalves, “a ideia é unir conhecimento teórico e prático sobre evangelismo público. As dicas, treinamentos e estratégias passadas nas aulas, são aplicadas na campanha de evangelismo que cada pastor participa durante a semana”, por isso, o Evangelismo Escola é uma reciclagem do conhecimento.

Ao todo, foram 60 pontos de pregação que receberam os pastores treinados para reavivar os membros e apelar ao coração dos interessados de Juiz de Fora e região. E o impacto deste movimento também aconteceu no coração dos pastores.

“Quando estamos envolvidos na missão, a gente percebe uma grande diferença em nossa vida! Porque fazer evangelismo é depender exclusivamente de Deus, e claro, a mensagem também muda o mensageiro!”, confirma Raphael Duarte, pastor da Fadminas.

E falando sobre a transformação de vidas…

Evangelismo Escola: Restauração de pessoas

A grande celebração da semana do Evangelismo Escola, aconteceu em um grande auditório de Juiz de Fora. No local, quase 5 mil pessoas se reuniram para louvar ao Senhor com as cantores Cintia Alves e Cynthia Nascimento, e ouvir a mensagem do pastor Luís Gonçalves.

Além disso, mais de 200 pessoas foram batizadas e saíram dali decididas a recomeçar uma nova vida. A família do Márcio é um grande exemplo disso!

Família restaurada, vidas transformadas

O Márcio de Souza, tem um passado duro. Ele já morou nas ruas e esteve preso por muitos anos.  Porém, mesmo nesses anos difíceis, ele sempre teve em seu coração o desejo de conhecer as verdades bíblicas. “Quando eu estava preso, eu orei ao Senhor para ter a minha vida transformada e encontrar a igreja verdadeira”, se emociona.

Depois de um tempo, Márcio se casou e ficou livre da prisão. E foi sua esposa que acabou conhecendo a Igreja Adventista, após passar pela vizinhança e ver um grupo de pessoas estudando a Bíblia.

A Waleska se interessou pela mensagem e, em poucos dias, procurou uma igreja perto da sua casa, junto com o esposo e o filho. O casal se encantou com as verdades que aprenderam na palavra do Senhor e decidiram confirmar seu compromisso pelo batismo, no encerramento do Evangelismo Escola. “Enfim, minha procura terminou, e eu achei a minha igreja”, completa Márcio.

Márcio e o pastor Allan Stênio no momento do batismo

Os novos conhecimentos e a troca de experiências evangelísticas das últimas semanas, foi algo marcante para a região. Porém, os maiores resultados desta edição do Evangelismo Escola, que contou com 60 pontos de pregação, só serão mesmo revelados na eternidade. 

Em 2020, será a vez de Montes Claros receber o projeto e, assim, vivenciar incríveis experiências de reavivamento, entrega e milagres.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox