Notícias Adventistas

Evangelismo da primavera mobiliza comunidades adventistas no norte gaúcho

Evangelistas voluntários, líderes administrativos e servidores da rede educativa atuaram em conjunto para batizar pessoas e levar princípios bíblicos aos que não os conhecem.

Por Giovanni Manzolli 16 de outubro de 2019

O trabalho dos voluntários envolvidos no projeto Amigos de Fé contribuiu de maneira determinante para que houvesse o número de batismos alcançado.

O Batismo da Primavera é um projeto da Igreja Adventista promovido em todo o Brasil. A iniciativa surgiu em 1963, no Rio de Janeiro capital, mentalizada pelo pastor Ademar Quint. Desde então, anualmente, no período da primavera, são realizadas campanhas de batismos nas Igrejas Adventistas de todo o país.

Além de um momento de celebração pelas pessoas que se entregam a Deus, por meio da cerimônia batismal, é realizada no mesmo período a Semana da Esperança, que em 2019 aconteceu de 21 a 28 de setembro, para toda a Igreja Adventista no norte do Rio Grande do Sul. Esse foi um momento em que os membros das comunidades adventistas, seus líderes e pastores dedicaram-se a atividades evangelísticas. Os departamentos da sede administrativa adventista para a região também uniram forças em prol das ações.

Leia também: 

Projeto Quebrando o Silêncio promove ações contra abuso e violência infantil no norte gaúcho 

Espaço Vida e Saúde de Novo Hamburgo oferece curso gratuito sobre como deixar de fumar 

“A ideia foi a de um evangelismo integrado, porque o evangelismo está em todas as áreas da igreja. A função de todas elas é evangelizar. Deus nos abençoou nesse período, pois tivemos todos os departamentos da igreja muito bem envolvidos”, comenta Roney Lopes, líder do departamento de evangelismo da sede administrativa adventista para o norte do Rio Grande do Sul.

Alguns setores, entretanto, realizaram atividades para públicos específicos como o Ministério da Criança e o Ministério do Adolescente, assim como os Clubes de Desbravadores e Aventureiros.

Os departamentos da sede administrativa adventista para a região também uniram forças em prol das ações.

Crianças e adolescentes auxiliaram na recepção dos visitantes das igrejas, além de participarem nas atividades voltadas a música, em momentos de louvor nos cultos. Os pequenos também levaram amigos para o tanque batismal, mostrando que ministrar estudos bíblicos e converter pessoas não é só coisa de gente grande.

Os diretores de Clubes de Desbravadores e Aventureiros viveram uma experiência incomum. Eles passaram uma semana inteira desempenhando as atividades de um pastor, isto é, visitando membros das igrejas adventistas em suas casas, dando estudos bíblicos e até pregando nas igrejas. Alguns desses homens e mulheres até pediram licença do trabalho para dedicar o máximo de tempo possível às atividades espirituais.

O Ministério de Jovens realizou a Caravana Jovem, que ocorreu paralelamente a Semana da Esperança, em uma série de 7 cultos – cada um em uma cidade diferente. O ambiente das programações teve clima de descontração e informalidade, com música ao vivo, além de almofadas para o público se acomodar. Durante a Caravana, mais de 120 pessoas aceitaram se batizar entre este e o próximo ano.

 

A Rede de Educação Adventista do território também participou ativamente da campanha da primavera. Muitos alunos foram batizados por meio dos núcleos de ensino religioso das unidades escolares.

Crianças e adolescentes auxiliaram na recepção dos visitantes das igrejas, além de participarem nas atividades voltadas a música, em momentos de louvor nos cultos.

Toda a comoção missionária desenvolvida durante o Batismo da Primavera, deu a Igreja Adventista no norte gaúcho 500 novos membros.

“Esse Batismo da Primavera foi o de maior colheita do campo. A igreja está sentindo a urgência em fazer o trabalho para que Cristo volte logo”, diz Elieser Vargas, presidente da sede gestora da igreja na região.

O trabalho dos voluntários envolvidos no projeto Amigos de Fé contribuiu de maneira determinante para que houvesse o número de batismos alcançado. Esses devem escolher um(a) parceiro(a) missionário(a) com quem realizam estudos bíblicos, visando discipular pessoas que, após se batizarem, devem passar a dar estudos bíblicos também. Com isso, todos se envolvem em atividades evangelísticas desde o momento em que aceitam os preceitos de Deus. A atuação dos Amigos de Fé é norteada pelas Escolas de Evangelismo

“O que acontece agora é o início do nível dois da Escola de Evangelismo, que é justamente o discipulado desses novos na fé. Tudo isso para que eles se estabeleçam na igreja, de fato. Assim, já começa a nascer no coração deles o desejo de discipular outras pessoas”, explica Walter Teixeira, também líder da sede administrativa adventista para o norte do estado.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox