Notícias Adventistas

Duas novas igrejas estão sendo plantadas na capital gaúcha

Novas congregações estão surgindo de forma planejada através do envolvimento de fiéis de congregações próximas. Objetivo é aumentar o alcance da mensagem adventista.

A House Church, localizada no Bairro Chácara das Pedras, é a 4ª igreja adventista plantada na capital dentro do período de 1 ano.

O plantio de novas igrejas é considerado o estilo de vida da igreja remanescente. Por isso, a organização adventista provê meios para a formação núcleos de fiéis que se envolvam no plantio de novas igrejas, para a propagação de sua mensagem. Em Porto Alegre, dentro do período de um ano, quatro novas igrejas já foram plantadas.

A House Church, localizada no Bairro Chácara das Pedras, é a quarta delas. Desde setembro do ano passado a região tem sido estudada pelo grupo base desta igreja, com a finalidade de entender a melhor forma de contribuir com a comunidade. No dia 24 de fevereiro, ocorreu mais um culto de preparo e treinamento. Ambiente estará aberto aos visitantes após a inauguração oficial da igreja, que está prevista para o próximo mês.

Esta congregação está denominada como House Church porque diferentemente de um templo comum, os cultos acontecem dentro de uma casa, ampla e acolhedora. A proposta busca relembrar os costumes das igrejas apostólicas, quando os primeiros cristãos reuniam-se em casas para adorar e buscar a Deus. Tornando assim o ambiente mais intimista, acolhedor, e até, de mais fácil acessibilidade, para aqueles que nunca entraram em contato com uma igreja, ou com a fé adventista.

Em Jardim Lindóia, outra nova igreja que está sendo plantada. O projeto de plantio está acontecendo através do envolvimento de 32 membros que pertenciam à “igreja mãe” de Costa e Silva. Estes membros também contam com o apoio de jovens voluntários do Projeto “Um Ano em Missão”, para a visitação de residências e estudos bíblicos.

Futuramente, um Centro de Vida Saudável também será disponível no local. Segundo os envolvidos, esta é uma boa forma de contextualizar com a comunidade local, que tem grande interessa na área da saúde.

No sábado dia 24, houve um ensaio do lançamento do primeiro culto no templo. Porém, desde junho de 2017 os fiéis já se reuniam e faziam ações voltadas para a comunidade. Agora, que o núcleo está bem conhecido na comunidade devido suas atividades solidárias, começarão oficialmente os cultos.

O pastor Marcos Júnior, presidente da Igreja Adventista no centro do Rio Grande do Sul, explica como funciona o processo. “Formamos o núcleo, e treinamos estas pessoas durante 6 meses a 1 ano. Após eles estarem inseridos no bairro e terem feito ações no local, partimos para a formação da igreja. Esta, é a coroação do trabalho de vários meses de reuniões e grupos de intercessão pelo novo bairro. Estas últimas reuniões preparatórias que estão acontecendo, representam que o processo amadureceu e se tornou realidade”, conta.

Segundo o líder, este processo de igrejas plantando outras igrejas é de crucial importância para o avanço da mensagem adventista e maior envolvimento dos fiéis. “Quanto mais perto as igrejas estiverem das pessoas, mais fácil será atingi-las com o evangelho. Além disso, o plantio abre espaço nas igrejas mães para o surgimento de novos líderes”, conclui.

Veja mais fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox