Notícias Adventistas

Doença terminal não impede batismo durante 10 Dias de Oração

Depois de 20 anos afastada da igreja, mulher decide pelo rebatismo e emociona a todos

Por Fernanda Silva 17 de fevereiro de 2020

Pr. Galdino batiza Geisiane. (Fotos: Fernanda Silva)

Atualização feita no dia 27 de fevereiro de 2020. A senhora Geisiane Chaves Queiroz, descansou no dia 26 de fevereiro de 2020, às 18h, deixando três filhos filhos, Maik de 16 anos, Amanda de 14 e Marcelo de 8 anos.
Seu maior desejo era o de encontrar com sua família no céu. Que a esperança de encontra-la no evento da volta de Jesus conceda conforto e paz a família e amigos enlutados.
“E Deus lhes enxugará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas”.Apocalipse 21:4

Foi depois de muita oração intercessora, durante o movimento dos 10 Dias de Oração, que aconteceu em todas as igrejas adventistas da América do Sul, entre os dias 06 e 15 de fevereiro, que Geisiane Queiroz, 35, decidiu  entregar por completo a vida a Cristo. Os obstáculos foram inúmeros: as pernas fracas dificultavam a sua entrada no tanque batismal; a imunidade baixa e a voz ofegante mostravam o esforço extra da jovem para que aquele momento acontecesse. Mas nada impediu que ela se batizasse e arrancasse lágrimas de alegria e comoção de todos os presentes. “Eu ainda vou louvar muito ao Senhor”, declarou, logo após ser batizada.

No sexto dia do movimento, depois de ser visitada por alguns membros da igreja que frequentara 20 anos atrás, Geisiane decidiu renovar seus votos de compromisso com Deus e voltar aos caminhos do Senhor. Mesmo diante do câncer de estômago que enfrenta, decidiu não adiar a decisão e marcou o seu batismo que foi realizado na casa da sua mãe, Rosilda Queiroz, e reuniu cerca de 50 pessoas. “Durante todos esses anos eu nunca deixei de clamar a Deus e interceder por minha filha. Tenho certeza de que Deus operou um milagre na vida dela e o batismo é só o começo”, comentou a mãe, emocionada.

Culto contou com a participação de familiares, amigos e vizinhos. (Fotos: Fernanda Silva)

Luta contra o câncer 
Há seis meses Geisiane luta contra um câncer de estômago e já passou por inúmeros procedimentos médicos. No processo de tratamento já perdeu mais de 25 kg e agora segue com os cuidados em casa, desenganada pela medicina. Entretanto, diante da dor e aflição, a fé e esperança de Gesiane foram fortalecidas e a impulsionaram a retornar para igreja. “Eu não estou tomando essa decisão por medo da morte, mas porque durante todo o tempo em que eu estive afastada, Deus me chamava para pregar o evangelho, e é isso que vou fazer enquanto eu tiver vida, enquanto eu tiver fôlego, a minha voz será para louvar o Senhor” declara.

Missionária
Ao tomar a decisão, Geisiane também convidou os seus três filhos Maik, de 16 anos, Amanda, de 14, e Marcelo, de 8,  a participarem desse momento. Eles aceitaram o convite e irão iniciar estudos bíblicos para, em breve, assim como a mãe, entregarem a vida a Cristo por meio do batismo. “O meu sonho é ver a minha família descendo às águas do batismo. Eu quero encontrar toda a minha família lá no céu”, afirma, com fervor. Com sua vida e testemunho, Geisiane tem cumprido seu papel como uma verdadeira discípula de Cristo.

Recepção dos irmãos depois do batismo. (Fotos: Fernanda Silva)

Para a líder do ministério da mulher no Tocantins, Ligia Velozo, o batismo de Geisiane é uma verdadeira prova do poder da oração e da grandiosidade do poder de Deus. “O movimento dos 10 Dias de Oração marcou não só a vida da Geisiane, mas também de outras mulheres, homens, jovens e crianças que se permitiram ser tocados pelo Poder de Deus através do Espírito Santo e se renderam a Ele”, destaca.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox