Notícias Adventistas

Crianças missionárias levam esperança para famílias

Em todo o Centro-Oeste, cerca de 1,5 milhão de livros do Impacto Esperança serão distribuídos até o final do ano

Por Jenny Vieira 27 de maio de 2019

Toda sexta-feira, no horário do pôr do sol, Kamilly se reúne com os pais para fazer as atividades da campanha Juntos. Foto: Arquivo pessoal

Kamilly Rodrigues Santos tem quatro anos e não via a hora de poder entregar o livro infantil Esperança para a Família em sua sala de aula, em uma escola no interior do Tocantins. Isso porque ela, acompanhada dos pais, coloca em prática tudo o que aprende na Caixa do Juntos, projeto divulgado durante este ano na região Centro-Oeste do Brasil, que tem por objetivo unir pais e filhos no trabalho missionário.

O projeto também alcança as demais idades, com atividades específicas para cada faixa etária. O objetivo é que todos se engajem na missão de apresentar Jesus para amigos próximos e outras pessoas que não o conhecem. Uma das ações que é promovida pela Igreja Adventista do Sétimo Dia, na América do Sul, e apoiada pelo projeto Juntos, é o Impacto Esperança, que aconteceu no último sábado, 26. Toda a igreja esteve envolvida no distribuição do livro Esperança para a Família, na versão adulta e infantil. No Centro-Oeste, foram distribuídos, em média, 1,5 milhão de livros.

Junto com a mãe, ela embrulhou vários livros para levar à escola. Foto: Arquivo pessoal

Mas, para Kamilly e outras centenas de crianças, o Impacto começou uma semana antes. “Toda sexta-feira, no culto de pôr do sol, nós abrimos a caixinha do Juntos para estudar e fazer as atividades do projeto. Ela fica a semana toda ansiosa por esse momento”, conta Dayane Rodrigues, mãe de Kamilly.

Na sexta-feira anterior ao final de semana do Impacto, a atividade era simples: além de participar da entrega oficial do livro no dia 26, cada criança deveria entregar o livro do Impacto Esperança para as pessoas pelas quais estava orando, desde os 10 Dias de Oração, em fevereiro – outro movimento lançado pela igreja para toda a América do Sul. Além de entregar para suas amigas de oração, após o culto de pôr do sol, Kamilly e a mãe embrulharam juntas vários livros para levar aos amiguinhos da sala de aula. Na segunda-feira, sem conseguir conter a ansiedade, a pequena missionária presenteou as professoras com o livro para adultos, e os colegas com a versão infantil do material.

“Meus amiguinhos ficaram muito felizes com o livro”, contou. A mãe confirmou a aprovação da turma, quando as outras mães começaram a elogiar a atitude no grupo de whatsapp da escola. “Eles agradeceram pelo presente e comentaram que as crianças estavam muito empolgadas”, ressaltou Dayane.

Pricylla colocou os livrinhos em seu “cantinho de oração” e orou pelos amiguinhos que receberiam o presente. Foto: Arquivo pessoal

Já no estado de Goiás, com o dobro da idade, Pricylla da Silva Lima, 8, tem vencido a timidez ao fazer trabalho missionário. “Ela é tímida para outras coisas. Mas esse tipo de atividade ela gosta de fazer”, relata a mãe, Poliana Maria da Silva, que também tem acompanhado a filha nas atividades propostas pela campanha do Juntos.

“Ela é muito tímida para outras coisas, mas esse tipo de trabalho ela gosta de fazer”, contou a mãe de Pricylla que comemora o envolvimento da filha no trabalho missionário. Foto: Arquivo pessoal

Neste ano, a criança ficou ainda mais empolgada com a ação, já que o livrinho foi feito também na versão infantil e na semana anterior ao dia 26, se preparou para presentear os amigos de oração.

“Primeiro, ela colocou os livros e as revistinhas infantis no cantinho que ela usa para orar. Depois, orou pelas famílias que iriam receber o material. No dia seguinte, quando chegamos lá, ela entregou para os coleguinhas e para os pais e explicou que era sobre família. Eles a receberam muito bem. Ficaram felizes”, conta a mãe. Para Pricylla, a experiência foi marcante. “Eles gostaram muito. Eu falei que era sobre família e que teriam historinhas para eles. Foi muito legal”, comemorou.

No último sábado, Kamilly e Pricylla também foram às ruas, com suas respectivas igrejas, para a entrega oficial dos livros. Neste dia, em toda a América do Sul, foram distribuídos cerca de 23 milhões de livros, com o objetivo de restaurar relações familiares conturbadas e mostrar às pessoas que existe esperança em meio ao caos.

O material foi distribuído gratuitamente e também está disponível nas versões em PDF, áudio e libras. Clique aqui para baixar o seu.

De saia rosa, ao centro, Pricylla participa do Impacto Esperança, junto com sua igreja, na cidade de Trindade – GO. Foto: Arquivo pessoal

No dia do Impacto Esperança, Kamilly também foi às ruas, junto com seus pais, para distribuir mais livros. Foto: Arquivo pessoal

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox