Notícias Adventistas

Caravana da esperança resulta em 64 batismos no Norte de Minas Gerais

São 64 histórias de vidas transformadas pela mensagem de salvação.

Por Samuel Nunes 17 de maio de 2021

Pastor Moisés Carvalho Júnior: Batismos representam o avanço da mensagem adventista em todo Norte e Noroeste de MG. (Foto: Divulgação)

Trabalho evangelístico realizado em duas semanas e com a participação dos membros das igrejas adventistas, pastores e obreiros bíblicos. Mais de 500 km percorridos por estradas, as vezes de asfalto, outras de terra, e algumas vezes, a balsa foi o meio utilizado para atravessar o Rio São Francisco para levar esperança para os ribeirinhos. Esperança através dos estudos bíblicos, de uma oração e que impactou a vida das pessoas. Tudo esse trabalhou resultou no batismo de 64 pessoas no distrito pastoral da cidade de São Francisco, extremo norte de Minas Gerais.

64 histórias x vidas transformadas

Elizete Lima: Quero a salvação. E foi na Bíblia que conheci esse caminho. (Foto: Divulgação)

São 64 histórias de vidas transformadas pela mensagem de salvação no distrito pastoral de São Francisco. Histórias como de Elizete Lima, mãe de um garoto de 12 anos, e que conheceu a mensagem através de amigos adventistas. Ela foi impactada pelas histórias bíblicas, especialmente no livro de Gênesis.

Para Elizete, morar em uma cidade interiorana no Norte de Minas Gerais tem seus pontos positivos. No caso dela que mora na cidade que leva o nome do Rio São Francisco, mais ainda.

“Tanto o amanhecer quanto o entardecer no São Francisco, mostram a perfeição da criação de Deus. É algo lindo”, sintetiza Elizete.

Elizete conta que lindo também foi o seu batismo, um dia aguardado com expectativa. Depois de receber estudo bíblico, Elizete descobriu na Bíblia, o caminho para salvação.

“Eu quero a salvação. E foi na Bíblia que conheci esse caminho. E vou continuar nele, pois é o caminho da verdade”, frisa Elizete.

Avanço da mensagem

Pastor Flávio Souza: A igreja é renovada espiritualmente quando se envolve no evangelismo.
( Foto: Divulgação)

Pastor Moisés Carvalho Júnior, presidente da Igreja Adventista do Sétimo Dia para o Norte e Noroeste de MG, destaca a importância dos 64 batismos realizados na ribeirinha cidade de São Francisco neste final de semana.  Para ele, os batismos representam o avanço da mensagem adventista em todo Norte e Noroeste de MG.

Para Moisés lembra que mesmo na pandemia a igreja na região não para, seja no aspecto evangelístico ou social, a igreja tem feito a diferença na comunidade.

Para o pastor Flávio Souza, líder de evangelismo para o Norte e Noroeste de MG, ressalta a importância desses batismos para o crescimento da igreja adventista na região. Na sua concepção, a igreja é renovada espiritualmente quando se envolve no evangelismo.

“Em um momento de pandemia, tivemos que adiar algumas vezes este evangelismo, e somente quando decidimos fazer agora por caravana, conseguimos alcançar nosso objetivo. Fizemos por igreja, cada igreja um evangelista. Cada um concentrou suas forças naquele local com os interessados. Dividimos os batismos entre os pastores presentes. Foi tudo uma benção, inclusive com batismos no Rio São Francisco, um dos cartões postais da nossa região”, relata pastor Flávio.

Crescimento

Para Luiz Carlos Tavares, um dos pastores distritais em São Francisco, as 64 pessoas que foram batizadas representam muito para a igreja na região. Lembra que mesmo num momento de pandemia a igreja tem crescido, o que é significativo para o adventismo em São Francisco”, salienta o pastor.

Pastor Marcelo Fernandes, que lidera um dos distritos pastorais nesta cidade, lembra que o trabalho foi se consolidando nas últimas semanas. Ele chama a atenção para o envolvimento da liderança no trabalho, e mais orações e jejum em prol do evangelismo.

Pastor Marcelo lembra de um dos desafios vivenciados nestes dias de evangelismo.

“Marcamos uma visita pastoral do outro lado do Rio São Francisco, e neste dia, uma das balsas quebrou, a contar o percurso de ida e voltar, ficamos cerca de 7h aguardando. Mas graças as Deus, deu tudo certo, pois duas pessoas tomaram a decisão pelo batismo. Acredito que a diferença para as decisões, foram os apelos pessoais, feitos de casa em casa. Eu, minha esposa a Fia e Isa (os obreiros). Aproveitamos cada minuto durante o dia, visitando os interessados e apelando aos corações. Foi benção pura”, comemora pastor Marcelo.

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox