Notícias Adventistas

Caixa eletrônico e padaria solidária entregam mais de 2 mil livros e mil pães

Em Minas Gerais, ações estratégicas do Impacto Esperança 2019 despertaram a atenção da população para o tema da família.

Por Renata Paes 27 de maio de 2019

O Caixa Eletrônico da Esperança chamou a atenção das famílias que passavam pela Praça 7. (Foto: Elenice Ribeiro)Região central de Belo Horizonte, Praça 7, 11h30, fluxo intenso de pessoas de um lado para o outro. De repente, quem passava pelo local era abordado com a afirmação: “Gostaria de te presentear com um cartão de crédito, que ao invés de dívidas traz esperança”. E assim, uma fila se formou em frente ao Caixa Eletrônico da Esperança. Bastava inserir o cartão na máquina e,  instantaneamente, a pessoa recebia o livro Esperança para a Família.

Leia também:

Escrita pelo doutor em Sociologia da Família, Willie Oliver, e a especialista em Aconselhamento Familiar e Saúde Mental, Elaine Oliver, a obra mostra os principais pontos que abalam o círculo familiar e contém mensagens e conselhos práticos para o convívio feliz.

A ação foi realizada pelos desbravadores do Clube Universo, da igreja adventista central de Belo Horizonte. Os membros também se mobilizaram para distribuir aproximadamente 11 mil livros nos semáforos e ruas da cidade, neste 25 de maio, data alusiva ao Impacto Esperança em toda a América do Sul. Em Minas Gerais, os adventistas entregaram mais de 1 milhão e 300 mil títulos. Na região central da capital, cerca de 300 mil.

Aventureiros contribuíram na distribuição dos pães. (Foto: Renata Paes)

No bairro Padre Eustáquio, no templo adventista do Progresso, houve a iniciativa de levar alimento tanto para a mente quanto para o corpo.  A Padaria Solidária, que funciona dentro da igreja, aqueceu os fornos e fabricou mil pães integrais para serem doados aos moradores.

Um desses contemplados foi Carlos de Oliveira Filho, de 78 anos. Pai de seis filhos, ao receber o pão e o livro, o aposentado agradeceu e se mostrou interessado pelo tema de família. “Sou casado há 40 anos e nos momentos de crise, busquei ter fé em Deus”, ressalta.

Motivação para ir às ruas

Levar o amor de Jesus a pessoas como Carlos é o que motiva a cadeirante Priscylla Loregian a superar os obstáculos que a vida trouxe. Com os filhos ainda pequenos, ela se vê na responsabilidade de dar o exemplo e cumprir a missão ao pregar o evangelho.

Priscylla Loregian acompanhou o clube de aventureiros durante o Impacto Esperança. (Foto: Renata Paes)

“O exemplo vale mais do que muitos ensinamentos e nós, como aventureiros, temos o nosso lema, que é ‘por amor ao Senhor Jesus faremos sempre o nosso melhor’.  Não dá para receber o impacto de Jesus em nossa vida e não passar isso para as pessoas. Amar a Jesus me motiva. Mesmo sendo cadeirante, tendo meus problemas e minhas limitações, não tem como não falar da paz que ele me dá”, conta ela.

Os cuidados com a saúde também não foram deixados de lado. Os membros da igreja adventista do Jaraguá ofereceram à comunidade serviços de saúde gratuitos, no estacionamento de um supermercado localizado na rua Izabel Bueno, bairro Santa Rosa.

No local havia voluntários das áreas da enfermagem, medicina e psicologia para realizar aferição de pressão, teste de glicemia e atendimento psicológico sem nenhum custo à população. Uma palestra sobre saúde emocional também foi disponibilizada. Outras igrejas também realizaram feiras em diversos pontos da cidade.

Esperança nas ruas

Na região Centro-Oeste de Minas Gerais, a igreja adventista de Formiga, em parceria com a Prefeitura Municipal e uma faculdade particular, realizou uma feira de saúde na Praça Ferreira Pires. Foram oferecidos aferição de pressão, teste de glicemia, massagem, orientações de exercícios físicos e incentivo a uma vida saudável por meio dos oito remédios naturais.

A prefeitura disponibilizou uma mesa com água e frutas à vontade. Além de incentivar o cuidado com a saúde, durante a ação, os moradores de Formiga foram presenteados com aproximadamente 2 mil exemplares de Esperança para a Família. Em Carmo do Cajurú, a feira ocorreu a partir das 14h na Praça do Líbano. Houve ainda corte de cabelo e orientações de como deixar de fumar em cinco dias. Em toda região Centro-Oeste foram distribuídos 17 mil exemplares.

No Triângulo Mineiro, a feira de saúde foi no bairro Ipanema, na Praça Bandeiras. A comunidade recebeu atendimento de aferição de pressão, teste de glicemia, massagem e orientações de saúde. Em todo o território, os membros da igreja estiveram nas ruas, indo de casa em casa, nos sinais e praças para distribuir 125 mil livros.

Veja a galeria de imagens do Impacto Esperança 2019:

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox