Notícias Adventistas

Adolescentes surpreendem amigos com uma festa convite para o Reencontro

Por Pollyana Pereira 19 de fevereiro de 2020

Grupo visitou pessoas que não frequentam mais a igreja e as convidou para uma festa como forma de levá-las ao programa que encerrou os 10 Dias de Oração

Adolescentes adventistas organizaram mobilizações criativas para alcançar amigos afastados da Igreja

Quando você ouve a palavra festa, associa de imediato a algo organizado, bem decorado, com luzes, cores e animação. Pensando nisso, adolescentes da Igreja Adventista do Sétimo Dia participaram do projeto “A Festa”, iniciativa que fez parte do programa de Reencontro, que tem por finalidade alcançar amigos que deixaram de frequentar a Igreja.

Os adolescentes se prontificaram para contribuir com este dia e participaram ativamente da proposta coletiva tomando como base o texto de Lucas 15:20-24 que fala sobre o retorno do filho pródigo e a festa que seu pai fez para o receber de volta. “Durante alguns dias eles oraram por essas pessoas, convidaram de forma criativa e foi preparado uma grande festa para os amigos convidados, com decoração, comida, muito louvor e até presentes”, disse Eliane Lopes, líder do Ministério da Criança e do Adolescente da União Leste Brasileira, sede adventista para baianos e sergipanos.

A Festa foi a forma de convidá-los para participar do programa especial Reencontro, que aconteceu no último sábado, dia 15 de fevereiro. O evento, que encerrou os 10 Dias de Oração, teve como enfase a oração intercessora em favor das pessoas que deixaram de frequentar a Igreja.

Livramento

Em Capim Grosso, BA, o movimento pode ter contribuído para um livramento de um adolescente.

“A Festa livrou meu aluno da morte. Ontem no exato momento da festa um jovem amigo e vizinho de Jônatas foi executado aqui em Capim Grosso-BA e hoje no culto matutino, a mãe de Jônatas testemunhava em lágrimas o livramento que Deus concedeu ao seu filho, pois, esse amigo insistiu para que ele fosse assistir um campeonato que está ocorrendo na cidade, mas Jônatas disse que tinha compromisso e não poderia ir, eles andavam sempre juntos e poderia (se não fosse o compromisso da festa) ter morrido também”, descreveu a diretora do Ministério dos Adolescentes da região norte da Bahia, Jamile Santos.

Jônatas apesar de abalado pela morte do amigo, tomou a decisão de voltar a frequentar a Igreja e diz que assim como esses amigos o buscaram de volta, ele trabalhará para ajudar a resgatar outros também.

Veja mais fotos na galeria:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox