Notícias Adventistas

Tecnologia aproxima mãe e filho do estudo da Bíblia

Após usar chamadas de vídeo para aprender mais sobre os ensinos bíblicos, professora e o filho foram batizados durante a Semana da Esperança

Por Ayanne Karoline 24 de setembro de 2020
Mercia e João Pedro decidiram ser batizados durante a Semana da Esperança. (Foto: Arquivo Pessoal)

Mercia e João Pedro decidiram ser batizados durante a Semana da Esperança. (Foto: Arquivo pessoal)

Há anos a professora Mercia Custodia Lopes buscava uma igreja. Passou por grupos de estudos e frequentou alguns templos, mas não conseguia encontrar o que procurava. Sua história de fé começou a ser transformada quando ela se mudou de Brasília, no Distrito Federal, para o norte de Minas Gerais. Na cidade de Unaí, conheceu Daniela Maria de Jesus, instrutora bíblica da Igreja Adventista,  e começou estudar a Bíblia, ao lado do filho, de 12 anos.

Devido à pandemia do novo coronavírus, os encontros presenciais não eram possíveis. Por chamada de vídeo, Mercia e João Pedro começaram a conhecer mais sobre Jesus. “A dinâmica da professora e sua facilidade de comunicação me davam a sensação de estar com ela presencialmente. Foi amor à primeira vista. Logo percebi que estava no caminho certo, que havia encerrado minha busca”, detalha.

Leia também:

Ao mesmo tempo que estudava com Daniela, Mercia também acompanhava ensinamentos bíblicos com o pastor Luís Gonçalves, pela TV Novo Tempo. Com o passar dos dias, ela não teve dúvidas e tomou a decisão pelo batismo, mesmo sentimento compartilhado pelo filho. “Recebemos a visita do pastor em nossa casa e vimos o carinho dele. Senti ainda mais como é fácil e suave servir a Jesus”, lembra.

Decisão

Mercia e João Pedro foram batizados pelo pastor Elias Monteiro durante a programação da Semana da Esperança, na Igreja Adventista do Sétimo Dia central de Unaí.

A obreira bíblica conta que a professora e o filho sempre foram receptivos à mensagem e comprometidos em aprender. “Fizemos dois estudos e eles estavam sempre prontos a ouvir”, destaca.

Desafio

Daniela revela que nunca tinha feito uma chamada de vídeo antes e que foi um grande desafio vencer a timidez. “Hoje vejo que a modalidade online é tão eficaz quanto a presencial, pois nos possibilita chegar a lugares mais distantes”, acredita.

De acordo com ela, alguns de seus alunos moram na zona rural e, graças à tecnologia, estão aprendendo mais sobre a Bíblia com a mesma eficácia.

Quer estudar a Bíblia pela internet? Comece agora:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox