Notícias Adventistas

Histórias são vivenciadas pelos calebes no Rio

Na região central do Rio de Janeiro jovens trocaram as férias por ações sociais e evangelísticas

Por Fabiana Lopes 1 de agosto de 2019

 

Jovens da Missão Calebe em Engenho da Rainha testemunham a transformação de Thamires

Eles poderiam estar passeando, viajando, assistindo filmes ou séries, e até batendo papo com os amigos por mensagens. Mas 387 jovens fluminenses decidiram fazer bem diferente. Aproveitaram as férias para realizar mais de 300 estudos bíblicos e 60 ações sociais que resultaram em 21 batismos, tudo isso durante a Missão Calebe.

Estes jovens vivenciaram histórias de transformação de vidas e passaram por muitas experiências. Além de ações sociais como: pintura de parques, feiras de saúde, reformas em casas, evangelismo público e outras. Conheça algumas delas:

Engenho da Rainha – Da água para o vinho

A mesma Thamires, antes e depois de voltar para Cristo.

Thamires Gomes de Oliveira tem 19 anos, foi batizada no último dia 27 de julho, mês em que comemorou seu aniversário. Afastada da igreja há muitos anos, ela se envolveu com drogas, homossexualismo, frequentou bailes e foi mãe solteira aos 15 anos.

Até que um dia ela reconheceu o Walison, colega de turma na escola, que comentava sobre o Campori (acampamento de Desbravadores) e o Clube de Desbravadores da igreja adventista de Engenho da Rainha. Outra amiga da mesma classe, Aline Silva, a convidou para visitar a igreja, ela ficou receosa, a princípio, mas aceitou. “Durante a semana até chegar o tão esperado sábado, ela estava sempre pedindo pra que orássemos por ela em um grupo que temos de jovens, ela me dizia que tinha medo de ser tratada mal, que tinha vergonha”, relembra Aline.

Graças ao acolhimento que teve dos antigos amigos e de sua líder de aventureiros de infância, Rosana Elton, ela gostou de estar entre eles e quis voltar mais vezes. Na igreja tem um banner com a foto dela ainda aventureira. Quando soube da Missão Calebe em julho quis participar. Recomeçou seu estudo bíblico e em alguns dias já estava pedindo seu batismo.

O batismo de Thamires aconteceu no dia 28 de julho, com o pastor Raimundo Batista.

Foi durante a Missão Calebe que ela e sua amiga Andressa entregaram a vida a Jesus. Thamires foi batizada no dia do encerramento da programação dos calebes, 27 de julho, em Duque de Caxias. Andressa está se preparando para o batismo, que acontecerá ainda este ano. Thamires não conhecia os calebes e amou a experiência. “Me conectei com Deus de uma forma maravilhosa, ficaria o ano todo fazendo o calebe!”, ressalta a jovem.

Thamires leva seu filho Arthur, de 3 anos, todos os sábados pra a igreja. Ela aprendeu que deve “ensinar o caminho que ele deve andar e que quando ele crescer não se desviará dele” e afirma que vai continuar firme até a volta de Jesus, pregando o evangelho porque quer ajudar as pessoas a conhecer desse Deus que mudou sua vida.

Leia também: Estudantes se unem e constroem casa para idosa que vive em barraco

Parque Caçula – Extrema pobreza

Antonio foi no primeiro culto feito pelos calejes em Parque Caçula, Duque de Caxias. Foi nesta noite que conheceram a história dele e de como ele precisava de ajuda. No dia seguinte, levaram uma cesta básica em sua casa e perceberam que ele nano tinha fogão, geladeira, colchão e estava sem água e luz. Em condições precárias, Antonio estava com todas as suas roupas sujas. Os calebes juntaram quatro sacos de roupas e levaram para lavar. Conseguiram a doação de um fogão e um colchão. Fizeram uma campanha de doação para pagar a conta de luz e prometeram que mesmo após o término da missão, continuariam ajudando o senhor Antonio. Relato do calebe: Thiago Dias de França.

Bar dos Cavaleiros – Pedidos respondidos por Deus

Moisés Felipe desde criança, sempre sonhou ser um soldado militar. Estudou e se preparou muito para isso e justamente quando foi chamado para realizar algumas etapas no quartel, já estava na missão calebe. Ele pediu que Deus o ajudasse a decidir o que fazer, dando um sinal claro de Sua vontade. Era uma quarta-feira, e o pastor foi visitar os jovens na missão. Qual não foi a surpresa de Moisés quando o pastor lhe deu a notícia de que ele havia ganhado ajuda para estudar numa faculdade adventista, ele pagaria apenas a parte de pensionato. Foi a resposta de Deus e Moisés decidiu fazer teologia, e já está se preparando para isso.

Alex Lira trabalha com Uber e através disso mantém sua família e paga a prestação do carro. Estava se aproximando o dia do pagamento da prestação, mas ele só havia feito umas 4 corridas, pois estava envolvido na missão. Orou a Deus pedindo sua ajuda, e para sua alegria, ele recebeu um adiantamento de um trabalho que ainda faria e mais um valor que só entraria na semana seguinte. Enquanto Alex cuidava das coisas de Deus, Deus cuidou de suas finanças.

Petrópolis – Oração de uma mãe é respondida

Em Petrópolis os calebes estudaram a Bíblia com um jovem de 22 anos, Lohan, que era o alvo das orações de uma mãe há muito tempo. No primeiro dia que ele chegou na missão, foi cativado pelos calebes e até participou de algumas ações. Seu batismo aconteceu no dia 27 de julho, para alegria de seus novos amigos e de sua mãe. Relato da calebe: Sueli Rodrigues Ramos.

Três Rios – O novo amigo

Talisson é um jovem de 16 anos que nunca tinha pegado numa Bíblia, nem conhecia nada sobre a igreja adventista. Os calebes começaram os estudos e depois o convidaram a fazer algumas atividades juntos, na base. Aos poucos ele foi aprendendo e passou a ter mais intimidade com a Bíblia, conseguindo encontrar sozinho os livros, capítulos e versículos. A cada estudo com o Talisson, os calebes sentiam a necessidade do preparo individual e isso os ajudou a fortalecer a fé. Terminaram a missão mais fortes espiritualmente e com um novo amigo.

Olaria – Ficar sem missão calebe? De jeito nenhum!

A igreja não teria condições de fazer a missão calebe, pois estava sem dinheiro em caixa e em obras. Mas o casal Wallace e Jane de Oliveira decidiram colocar a mão na massa e ajudar os jovens. Pediram doações e acharam que a missão duraria apenas um final de semana. Na semana seguinte, pediram doações e a igreja se envolveu. Na terceira semana, sem pedir nada, todos trouxeram suas doações para ajudar e a missão foi até o fim. Esta atitude marcou os jovens e toda a igreja, que agora já está fazendo planos para enviá-los ao Acamp Jovem, que acontecerá outubro. Relato de Jane de Oliveira.

Fragoso – Crianças e idosos envolvidos

Em Fragoso os jovens ficaram felizes com o resultado da missão. O envolvimento foi tão grande, que até crianças e idosos participaram de várias ações. Desde a distribuição de agasalhos feito como um Stree Store, a momentos como “Desabafe aqui”. “Todos nos envolvemos e as experiências ficarão marcadas para sempre em nossas mentes e corações”, descreve a calebe Sofia Nardis.

Missão Calebe

A próxima edição da Missão Calebe será em Janeiro de 2020. Para inscrever-se basta acessar Ministério Jovem (Calebes). No site é possível conhecer mais sobre o projeto e tirar dúvidas. Conheça outros calebes  espalhados pelo Rio de Janeiro na galeria de fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox