Notícias Adventistas

Salada de frutas vira ponte para o evangelho

Trabalho realizado por jovens adventistas atende a cerca de 400 pessoas por semana

Por Luciene Bonfim

Além da entrega das saladas de frutas, o ministério Saved tem fortalecido a amizade entre os participantes da equipe, e despertado neles o senso de missão.

O relógio marca sete horas da manhã, e todas elas já estão em seus devidos postos. Enquanto uma prepara o mamão, outra espreme a laranja, outra mistura as frutas, e assim começa a sexta-feira na cozinha da igreja adventista do Portão, em Curitiba.

O grupo de mulheres que levantou antes mesmo do sol raiar, faz parte de uma equipe de voluntários que encontrou na salada de frutas a oportunidade de levar o amor de Jesus para outras pessoas.

Grupo de voluntárias do Projeto Saved dedicam as manhãs das sextas-feiras, para preparem as Saladas de Frutas

Segundo a voluntária Raquel Lopes, os preparativos para a salada de frutas já começam na quinta-feira, com a compra dos ingredientes. “Nós temos uma equipe. As meninas vêm para a igreja e a gente se divide. Uma pega a banana, o mamão, o abacaxi, suco de laranja, e assim a gente descasca, corta e faz a salada de frutas com muito amor, com certeza”, explica Raquel.

A distribuição de salada de frutas é organizada pelo ministério Saved, e surgiu com a finalidade de atender às necessidades de pacientes e acompanhantes, que aguardavam por horas o atendimento em hospitais e Unidades de Pronto Atendimento (UPA) da região. “O pouquinho que nós levamos, para eles já é suficiente. Isso daí é um mimo, um agrado. As pessoas se sentem amadas, então já é uma pregação do evangelho”, comenta a voluntária Amisabel Miranda.

E o trabalho iniciado nas primeiras horas do dia continua no período da noite. Esse é o momento que os jovens se reúnem para, literalmente, colocar a mão na massa, ou melhor, na salada de frutas. Ao todo, cerca de 400 potinhos são preparados e adesivados com a identificação do ministério Saved. Um número de Whatsapp também é disponibilizado na embalagem. Caso alguém tenha interesse em conhecer mais sobre o projeto, poderá entrar em contato.

Com tudo pronto, o grupo de aproximadamente 40 voluntários segue para a distribuição. Na primeira parada, no Hospital do Trabalhador, o grupo conhece Williane do Nascimento, uma jovem com sua filha de aproximadamente um ano e meio, que aguarda por atendimento. Ao ser surpreendida com a salada de frutas, sem hesitar ela abre um sorriso. “Às vezes a gente fica aqui horas e horas esperando e não tem nada. Coitadas, as crianças estão sem comer há horas. A gente, como adulto, até aguenta ficar um tempo sem comer, mas a criança já é um pouco mais delicado”, desabafa Williane.

Junto com os potinhos das saladas de frutas são entregues folhetos com mensagens espirituais

Para a participante do projeto, Amanda Broska, esse, sem dúvidas, foi um projeto que nasceu no coração de Deus. “Eu passo toda a semana atribulada, com vários afazeres… chega sexta-feira à noite e estou cansada. Mas quando vou para igreja e vejo que poderei ajudar alguém, vou poder ser a extensão de Jesus para outras pessoas, isso é um alívio para minha alma”, assegura a jovem.

Além da entrega das saladas de frutas, o ministério Saved atua de maneira contínua e desenvolve o relacionamento entre os integrantes da equipe, estreitando laços de amizade e despertando o senso de missão no coração de cada integrante. “O Saved não é só pegar uma saladinha de frutas e entregar nos hospitais; o Saved é uma família. Não é só na sexta-feira, é durante toda a semana. Isso nos motiva a estar nesse ministério”, analisa Christopher Charles, participante do projeto.

Antes de saírem às ruas, os participantes se reúnem para pedirem a direção do Espírito Santo durante a ação

Segundo o líder do ministério, Thiago Deniz, cada vez mais, os jovens precisam se envolver em projetos que exijam mais deles. “Para ter um grupo realmente comprometido com a missão, comprometido com Deus, essas ações precisam ser diárias. E os maiores beneficiados por tudo isso são eles mesmos. É muito gratificante!”, ressalta.

Kerlen Martins esteve afastada da Igreja por cinco anos e foi no ministério Saved que ela encontrou motivação e alegria para compartilhar o evangelho. “Eu fui alcançada pelo amor do Pai! O Saved foi à minha casa, eles fizeram uma serenata para mim e eu falei: ‘Gente, eu preciso disso para viver, eu preciso disso na minha vida.’ Então levantar cedo, ajudar a fazer a salada, ir à noite entregar, ir para igreja na sexta-feira, é uma alegria que não tem como explicar”, relembra Kerlen.

Para o pastor e diretor dos jovens adventistas na região central do Paraná, Tiago Santos, mais do que ações pontuais, os jovens são incentivados a trabalhar com ministérios contínuos. “Aqui nós vemos o cristianismo sendo vivenciado de forma prática, e quando o cristianismo é vivido dessa forma, ele acaba atraindo as pessoas. Nós vemos que muitas bênçãos acontecem quando o trabalho é feito dessa maneira”, enfatiza o líder.

De acordo com o pastor associado da igreja adventista do Portão, Diego Zanotto, esse movimento contagiou o coração dos membros e participantes do ministério, despertando o espírito de missão, serviço e comunhão. “Isso traz uma energia espiritual muito grande para a igreja, um senso de propósito, de que realmente os irmãos estão cumprindo a missão que Cristo tem nos confiado”, conclui Zanotto.

 

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox