Notícias Adventistas

Saiba como cultivar uma horta caseira com pouco espaço

Além de proporcionar um novo ambiente no lar, atividade ainda ajuda a viabilizar uma alimentação mais saudável.

Por Anne Seixas 27 de julho de 2019
horta caseira

Em hortas caseiras é possível cultivar flores, hortaliças e ervas para tempero (Foto: Getty Images)

Frequentemente você se desloca até o supermercado para comprar alimentos, certo? Mas para parte dessa compra pode ter uma solução bem mais saborosa e nutritiva, além de se tornar um ambiente bonito na casa.

O cultivo de horta caseira tem conquistado muita gente e também pode ser uma opção para você. As hortaliças e temperos são as mais comuns nesses espaços. É fácil de cultivar e não exige tanto espaço, garantem especialistas. Tudo o que você vai precisar é de um lugar que receba a luz do sol.

Leia também:

De acordo com Benito Igreja Júnior, engenheiro agrônomo da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater – Rio), escritório São Gonçalo, é possível cultivar várias espécies em casa. Vai depender apenas do espaço disponível para isso. “As hortaliças são plantas que tem um teor de água muito elevado e requerem uma delicadeza maior no trato”, explica. Ele reforça ainda que é necessário um local que receba ao menos cinco horas de luz direta e indireta diariamente.

horta caseira

Quase qualquer recipiente pode ser preparado para receber uma muda ou semente (Foto: Getty Images)

Sendo assim, você pode plantar em vasos, jardins verticais ou jardineiras na varanda, área de serviço ou janela em que a luz do sol se faça presente. Você ainda pode misturar plantas ornamentais com as ervas e hortaliças.

Caso o espaço não seja grande, é possível cultivar temperos em vasos pequenos. Cebolinha, salsinha, manjericão são boas opções para esses casos. É importante observar a quantidade de água necessária para cada espécie.

Algumas dicas para cultivar sua própria horta são:

  • Use vasos, latas, recipientes plásticos ou de madeira para plantar. Lembre-se que devem ter pelo menos um furo no fundo;
  • Coloque argila expandida e uma manta geotêxtil para que a terra não escape do recipiente. Você pode encontrar esses produtos em casas especializadas;
  • Deposite a terra e a muda da planta que escolheu. Atente-se para os cuidados da espécie;
  • Monte sua horta no local escolhido e lembre-se de regar periodicamente. Pode ser em uma estrutura de madeira, em uma janela.

Efeito terapêutico   

O hábito de cuidar de plantas tem efeito quase terapêutico. Vasti Rainer é coordenadora do Pró-Vida, projeto da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA Brasil) na Bahia, que recebe dependentes químicos para reabilitação. Ela conta que entre as atividades propostas está o cuidado com a horta do local.

horta

Em Cachoeira, interior baiano, participantes do projeto Pró-Vida, da ADRA, cultivam hortaliças em horta livre de agrotóxicos (Foto: Vasti Rainer)

“A atividade na horta e agricultura trabalha com a questão do grupo, da boa relação com os colegas e com a equipe do projeto”, avalia Vasti. De acordo com ela, o fato de o cultivo de plantas ter um ciclo e tempo determinado para cada fase ajuda a entender que o processo de reabilitação também tem um prazo e que é necessário passar por todas as etapas para que haja sucesso.

Além disso, ela afirma que a atividade física ajuda na rotina do dia a dia com um sono melhor e, consequentemente, maior qualidade de vida. Além disso, os produtos são cultivados sem agrotóxicos, o que contribui para uma alimentação mais saudável.

Entenda mais sobre o cultivo de hortas em casa:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox