Notícias Adventistas

Corrida “Mexa-se pela Vida” conta com mais de mil participantes no sul de MG e zona da mata

Evento foi realizado de maneira online para evitar aglomerações e foi um sucesso entre os participantes

Por Ana Davi 31 de agosto de 2021

Todos os participantes receberam o kit com camiseta, medalha de participação, número de peito e livro missionário (Imagem: Divulgação)

No último domingo, foi realizada a 5° edição da corrida, caminhada e ciclismo “Mexa-se pela Vida”. O evento, que foi lançado em abril, contou com a participação de mais de mil pessoas em todo o sul de Minas Gerais (MG) e zona da mata.

Nos anos anteriores, o evento ocorria apenas na modalidade de corrida, na cidade de Juiz de Fora. Entretanto, devido à pandemia, foi necessário se reinventar. Evitando aglomerações, o Pastor Fabrício Moraes, líder de saúde para todo o território, juntamente com sua equipe, optou por realizar o evento de maneira online, algo inédito na Associação Mineira Sul.

De acordo com o Pastor Fabrício, foi necessário consultar vários profissionais para que a corrida acontecesse. “Foi preciso recorrer a regulamentos e orientações de empresas, fornecedores e pessoas acostumadas a realizar eventos online. Foi criado um site e sistema para computar inscrições e reconhecer os percursos e modalidades exclusivamente para o evento no formato virtual”, explica.

Além da caminhada, a novidade da edição de 2021 foi a modalidade de ciclismo (Imagem: Divulgação)

O evento teve como objetivo incentivar a prática de atividades físicas, como um dos remédios naturais deixados por Deus, e mobilizar as pessoas para a atenção com os cuidados com a saúde como um todo.

Para que o evento atingisse tal sucesso, foi necessário contar com o apoio de cada pastor distrital e diretores de saúde, como Leidijane, de Bom Jardim de Minas explica: “O evento aqui foi muito bacana. Mais de 90% dos inscritos foram não-adventistas. Eu faço parte de um grupo de corrida aqui na cidade e todas as postagens da Associação Mineira Sul, eu divulgava nesse grupo. As pessoas já tinham ouvido falar do “Mexa se pela Vida” dos outros anos. Então, o pessoal se interessou. Eles amaram a organização, a qualidade do kit e muitos já estão lendo o livro. Muitas pessoas vieram falar que gostariam de ter participado, e que no próximo ano querem ser avisadas do evento. Muitos dos participantes, devido à pandemia, estão participando de muitas corridas virtuais e relataram que nenhuma se compara a organização. Só temos ouvido elogios”.

Em várias cidades, a mobilização ocorreu de maneira intensa. Em Andradas, por exemplo, o Pastor Pedro Moura conta que além da igreja, outra instituição foi fundamental para o bom andamento do programa. “Nós ficamos muito felizes. […] Aqui, nós tivemos uma grande participação da Escola Adventista de Andradas. E mostrou mais uma vez que a escola e a igreja, elas caminham juntas, com a mesma missão: de salvar e promover a nossa filosofia”, afirma.

Já o Pastor Douglas Clemente, explica que em São João do Manhuaçu, não somente os jovens e as crianças participaram, mas pessoas de todas as faixas etárias estiveram animadas com o evento. “O trajeto total foi de 10 km de estrada de chão por entre as montanhas da região. No início, pensávamos que só os jovens iriam se interessar, mas percebemos que todas as faixas etárias da igreja estiveram presente. Ao longo do percurso, tínhamos 4 carros de apoio para dar suporte”, enaltece o pastor.

Caminhada com Deus

Entretanto, além de cuidar da saúde física, a programação “Mexa-se pela Vida” também visava cuidar do corpo humano como um todo, isto é, nas três seguintes áreas: física, mental e espiritual. Na cidade de Três Corações, algo inesperado aconteceu. Há alguns anos, Margareth de Souza havia sido membro da Igreja Adventista do Sétimo Dia, mas com o passar do tempo, afastou-se de seus princípios. Depois de um grave acidente de moto, e após isso ser infectada pelo vírus da Covid-19, ela sentiu o forte desejo de voltar a frequentar a igreja.

Encerramento do evento com batismo, na região de Campanha (Imagem: Divulgação)

Em paralelo a isso, Regiane Dias decidia-se também pela caminhada ao lado de Cristo. Visto isso, Eliane, corredora em Três Corações, entrou em contato com o Pastor Michael Ruiz e lhe contou estas histórias. Em visita a estas duas mulheres, o Pastor Michael teve uma grande surpresa. “Então saindo da casa dela, tive a feliz ideia de unir o útil ao agradável e entrei em contato com Pastor Fabrício, pedi a ele a doação de um kit de ciclismo para evangelismo. Na hora, vibrou junto comigo e me arranjou, não apenas um, mas 2 Kits do “Mexa-se pela Vida”, resultando em dois batismos: da Margareth, ciclista, e a Regiane que também retornou à igreja depois de um longo tempo e começará a praticar caminhada.”, afirma, com felicidade, Pastor Michael.

Ao final, além de todas as vantagens para a saúde que os participantes do evento obtiveram, houve um ganho ainda maior: duas preciosas pessoas, entendendo que são Templos do Espírito Santo, decidiram se entregar a Cristo, através do batismo, no término da corrida.

O Pastor Fabrício conta que no próximo ano, o sonho é ainda maior. “Sonhávamos com, no mínimo, 650 pessoas participando e, por fim, foram mais de mil pessoas e. […] A corrida será realizada no próximo ano no formato presencial em Juiz de Fora, e como o sucesso no virtual foi grande e proporcionou amigos e igrejas de outras cidades a participar, iremos fazer no formato virtual também”, conclui.

 

Confira mais momentos:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox