Notícias Adventistas

Estilo de Vida

Copacabana será palco de desafio que incentiva na luta contra o câncer

O Desafio Superação está na sua segunda edição, acontece em três estados e uma das concentrações será em Copacabana, neste domingo (17), a partir das 7h.


  • Share:

Participantes do Desafio Superação em 2020, Copacabana. Foto: divulgação

Uma em cada 10 vítimas do câncer de mama poderia ter a vida poupada se praticasse atividade física ou, ao menos, uma caminhada de 30 minutos por dia. A afirmação consta num artigo científico publicado na Revista Nature, numa pesquisa que contou com a colaboração do Ministério da Saúde, em 2015. Além de contribuir com a saúde, os dados demonstram que manter o corpo na ativa melhora o metabolismo de alguns hormônios relacionados ao câncer de mama.

A problemática é um dos alvos da campanha internacional Outubro Rosa e está em foco no Desafio Superação, prova virtual que envolve os participantes em caminhada, corrida e ciclismo. O evento, promovido pelo projeto Missão Mulher da Igreja Adventista, acontece neste domingo (17) e vai contar com mais de 2,2 mil participantes. Cada inscrito escolhe o percurso de sua preferência, se exercita, marca seu tempo em um relógio e envia para a organização da corrida. Tudo de forma virtual!

Uma das concentrações de quem vai participar, acontecerá em Copacabana. Durante o evento, que começa às 7h, serão distribuídos 1 mil copos d’água, panfletos com orientações sobre os cuidados com a saúde da mulher e a entrega de 300 lenços doados pelos alunos do Colégio Adventista de Duque de Caxias para o Instituto Nacional do Câncer - INCA. “Realizar a ação em Copacabana favorece em alguns aspectos: a segurança ao longo da orla para as três modalidades, além da grande concentração de famílias que tiram o domingo para o lazer, o que possibilita também a distribuição de panfletos, livros e água”, descreve Adjane Firme, líder das Mulheres da Igreja Adventista na região central do Rio de Janeiro.

Esta é a segunda edição do desafio, que também arrecada e doa alimentos e donativos a instituições que cuidam de mulheres com câncer. Em 2020, foram mais de 8 mil itens doados entre quilos de alimentos, objetos de higiene e até lenços personalizados. Este ano, por exemplo, o Colégio Adventista de Botafogo, além de incentivar a prova, arrecadou 65kg de alimentos não perecíveis.

Para quem não vai participar, a opção é assistir a live oficial de largada, que acontece no domingo, a partir das 7h45. Além das largadas ao vivo, de várias regiões do Brasil, o programa contará com entrevistas e histórias sobre a temática do câncer mama e superação. Também será possível participar de vários sorteios. Você acompanha ao vivo na página Adventistas Sudeste, pelo Youtube e Facebook.

História de Superação em Copacabana

Uma das participantes deste ano, em Copacabana, descobriu o câncer de mama em 2018 e participou da primeira edição do Desafio Superação. “Eu tinha apenas 1 ano e 10 meses de operada e curada. O Desafio foi algo que eu sempre quis fazer. Ali eu pude sentir o apoio de pessoas que não tiveram nenhuma doença como eu, mas este apoio me emocionou muito”, afirma Alessandra, que mantém consultas trimestrais e medicação oral diária.

Alessandra à esquerda com sua família. Foto: divulgação

Alessandra Monteiro dos Santos é casada com o Marcelo há 30 anos e tem dois filhos: Marcelle e Marlon. “Ninguém se preparada para a notícia de estar com um câncer. É sempre um golpe muito forte. Aquele laudo parecia um soco no meu estômago. Estava dirigindo e chorei tanto que precisei parar o carro para me acalmar, isso levou uma hora”, relembra Alessandra.

Ela contou com o apoio de toda sua família. Seu esposo, sempre presente em todos os momentos, ajudava-a fortalecendo sua fé em Deus. “O câncer não é uma notícia fácil, só quem recebe para saber. Mas Deus nos ajuda a manter a fé e a esperança de que Ele cuida dos Seus filhos. Foi esta certeza que me manteve e mantém firme até hoje”, destaca Marcelo Marques dos Santos.

Alessandra mudou radicalmente a sua alimentação, deixou de lado os alimentos de origem animal e passou a consumir muitas frutas, legumes e verduras. Além disso, passou a se exercitar todos os dias. Para ela, estas mudanças fizeram toda a diferença na sua saúde.

“No dia da minha cirurgia o tumor havia diminuído meio centímetro. Para os médicos, parecia ser um erro de imagem, mas para mim, foi o milagre de Deus acontecendo. Eu participei do Desafio Superação em 2020 e isso foi um marco de recomeço na minha vida. O apoio das pessoas foi fundamental, fiquei emocionada”, afirma Alessandra, que mantém acompanhamento médico trimestral e medicação oral diária.

Dados do Desafio

Em 2020, foram cerca de 1700 participantes que, juntos percorreram mais de 12 mil km. Ano passado, havia apenas a opção de corrida e para mulheres.

Em 2021, serão mais de 2,2 mil participantes, nas modalidades de caminhada, corrida e ciclismo. Os homens também puderam se inscrever. O objetivo total é que o desafio alcance mais de 20 mil km percorridos.

Entre os mais de 8 mil itens arrecadados, em 2020, e doados a instituições que cuidam de mulheres com câncer de mama estão alimentos não perecíveis, latas de leite especial, itens de higiene pessoal, roupas e calçados, roupas de cama e banho, cabelo natural e mamas solidárias.