Notícias Adventistas

Workshop sobre gerenciamento de crise instrui colaboradores da Educação Adventista em Manaus.

Mais de 250 funcionários da Educação Adventista participaram do workshop de gerenciamento de crise

Manaus, Am… [ASN] “Prevenir é sempre melhor que remediar”. Pensando neste ditado popular, na tarde da última quinta-feira, dia 30 de agosto, os colaboradores das Escolas Adventistas situadas nas zonas leste e norte de Manaus, participaram de um workshop sobre prevenção e gerenciamento de crise no ambiente escolar. Mais de 250 funcionários receberam instruções do jornalista e teólogo Siloé Almeida, que demonstrou na prática, quais são os passos a serem seguidos para que a instituição tenha credibilidade, e consequentemente, desenvolva mecanismos para que isso reflita na imagem da Educação Adventista para a sociedade.

Para o responsável pela Educação Adventista nos estados do Amazonas e Roraima, pastor Guilherme Mota, palestras como estas norteiam os funcionários não apenas como gerenciar uma crise, mas principalmente como preveni-la. “Falamos muito em gerenciamento de crise, mas o mais importante de tudo, quando pensamos em segurança dos alunos, funcionários e a imagem da instituição, é a necessidade de desenvolver uma atitude de prevenção sempre. Ter um olhar de como evitar situações de risco é a melhor ferramenta para a prevenção”, coloca.

O jornalista e teólogo Siloé Almeida foi o palestrante do workshop de gerenciamento de crise.

Siloé atua em gerenciamento de crise já há alguns anos e fica feliz quando percebe que a instituições adventistas estão buscando conhecimento sobre a temática. “A Educação Adventista tem uma história muito consolidada na educação. Precisamos preservá-la com a prevenção e gerenciamento de crise. Parabéns aos líderes que tiveram esta iniciativa”, ressalta.

Adriana Ferreira é professora da Colégio Adventista Paul Bernard e afirma que as informações adquiridas no workshop farão com que ela olhe de uma outra forma para o cotidiano na escola. “Hoje eu entendi que precisamos desenvolver uma intuição e precauções para possíveis incidentes e até acidentes no ambiente escolar. Fazendo dessa forma evitaremos transtornos futuros”, afirma. [Equipe ASN, Luciana Santana]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox