Notícias Adventistas

Webinar discute os desdobramentos da pandemia frente ao Voluntariado Adventista

O evento on-line reuniu 175 pessoas, entre pastores educacionais, líderes e membros de projetos voluntários de todo o Brasil

Por Jenny Vieira 8 de junho de 2020

Ao todo, 175 pessoas se reuniram via Zoom, durante o último sábado, 06, para discutirem os impactos da pandemia nos programas de voluntariado adventista.

No último sábado, 6, uma equipe se reuniu de forma virtual para falar sobre voluntariado. O objetivo do encontro era explorar possibilidades para o voluntariado estudantil durante e após a pandemia da COVID-19. O Webinar foi promovido pelo departamento de Educação e pelo Serviço Voluntário Adventista da região Centro-Oeste do país.

Leia também:

Webinar debaterá o comportamento do consumidor pós COVID-19

O evento on-line foi direcionado para pastores educacionais, pastores de internatos, e membros das agências de missões e voluntários do Serviço Voluntário Adventista, em sua maioria jovens e adolescentes. “Nós tentamos destacar os principais projetos voltados para estudantes em andamento antes da paralização e outros que continuam acontecendo de forma adaptada. Também abordamos as diretrizes necessárias para a organização de uma escola de missões e novas perspectivas para a pregação do evangelho pós pandemia”, detalhou o pastor Samuel Bruno, líder de Educação para todo o Centro-Oeste. Na região, espera-se que, em um futuro breve, cada colégio seja também uma sede local de uma Escola de Missões.

Entre os palestrantes, estiveram presentes diversos pastores envolvidos em projetos de voluntariado em todo o Brasil. O pr. Joni Roger é o líder do Serviço Voluntário Adventista para toda a América do Sul. Para ele, os desdobramentos da pandemia não foram somente negativos para a missão. “Com todos os acontecimentos, muitos jovens se despertaram para a realidade do tempo do fim, reavaliaram suas prioridades, envolvendo as prioridades espirituais. Por estarem em casa, muitos também tiveram mais exposição a conteúdos que promovem a missão transcultural, além da ampliação da rede de contatos, entre missionários e voluntários de todos os lugares do mundo”, reforçou.

Os 90 min de programação on-line passaram rápido para os 175 participantes que tiveram momentos de interação com diversos palestrantes e receberam inspiração para seus projetos locais. Para Sael Ferreira, que atua como pastor escolar no Colégio Goianiense Adventista, a pandemia não parou a missão. “Ela acelerou, com o atendimento às famílias carentes e o atendimento online, mas não distante”, comentou. “As vezes as pessoas pensam em coisas extraordinárias que poucos podem fazer quando pensam em voluntariado. Mas o webinar mostrou que essa missão é para todos, inclusive para alunos da educação básica”, refletiu.

Para o futuro, a temática ainda é incerta. Contudo, existe a expectativa da crescente procura pelo voluntariado. “Tendo em vista que, além dos 110 voluntários que seguem em campo e os 43 que estão aprovados, só esperando as fronteiras se abrirem, acredito que o interesse das pessoas será cada vez maior por servir e fazer parte dessa geração que quer terminar a pregação do evangelho para ver Jesus voltar em nossos dias”, conclui Roger.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox