Notícias Adventistas

Projeto combate ansiedade em alunos na hora da prova

Cartazes com mensagens motivadoras, música e até suco de maracujá foram usados para amenizar a ansiedade dos alunos do Colégio Adventista de Vitória, no Espírito Santo.

Por Ayanne Karoline 3 de julho de 2019

Alunos se depararam com vários cartazes na escola com mensagens de ânimo. (Foto: Davner Toledo)

Do ensino fundamental ao médio, os alunos não escapam do temido período de provas. Para eles, esse é um momento importante e que gera ansiedade. Para amenizar o clima e motivar as crianças e adolescentes, a equipe pedagógica do Colégio Adventista de Vitória resolveu colar cartazes com mensagens de ânimo nas paredes e cantar uma música de incentivo para eles, assim que chegam à escola.

Alunos receberam recadinhos para amenizar a ansiedade

Equipe pedagógica criou projeto para combater a ansiedade na hora da prova. (Foto: Davner Toledo)

A ação começou nesta segunda-feira (1) e segue até a próxima sexta-feira (5), quando se encerra a semana de avaliações. “Nossa ideia foi elevar a autoestima deles e mostrar que estamos juntos nestes dias tão intensos. Queremos que eles se sintam acolhidos e, ao mesmo tempo, motivados a obterem os melhores resultados”, explicou a coordenadora pedagógica, Sueila Goese.

Sueila explica que a tensão e ansiedade podem atrapalhar o rendimento do aluno. Ela ressalta que a pressão dos pais e até mesmo dos colegas, muitas vezes influenciam negativamente no resultado. “Por isso trabalhar com motivação e mensagens positivas vai levar a eles mais tranquilidade e confiança”, contou.

Para o aluno do 4º ano D, Brenno de Araújo Timóteo, a mobilização tem feito a diferença. “A gente fica nervoso, mas acaba relaxando e fazendo a prova mais animado pois vemos que eles torcem pela gente”, contou.

Alunos em semana de prova. ( Foto: Davner Toledo)

Efeitos para a saúde mental

Oito em cada dez estudantes brasileiros dizem sentir muita ansiedade para uma prova, mesmo quando se prepararam para ela. Os dados fazem parte de um questionário, com foco no “bem-estar” de estudantes de 15 anos, aplicado pelo Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa, na sigla em inglês), em 2015, em 72 países. Os dados foram divulgados em 2017 pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

O Brasil é o segundo país com o maior porcentual de estudantes que dizem ficar ansiosos durante as avaliações, 80,8% – atrás apenas da Costa Rica (com 81,2%). A taxa brasileira é muito superior a média dos países da OCDE, que foi de 55,5%. De acordo com o relatório, a ansiedade com as atividades escolares, como lições de casa e provas, está relacionada com uma pior performance em ciência, matemática e leitura.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox