Notícias Adventistas

Projeto Cartas Vivas faz homenagem aos profissionais de saúde em Roraima

Por Fábio Heverton 29 de junho de 2020

Entrega das cartas para os profissionais de saúde

O estado de Roraima, à semelhança de outros estados brasileiros, também enfrenta um delicado momento diante da pandemia causada pelo novo coronavírus. Com o objetivo de amenizar os impactos causados pela doença no sistema de saúde púbico, desde o dia 19 de junho, um hospital de campanha passou a receber pacientes encaminhados pelas unidades básicas de saúde e pelo Hospital Geral de Roraima (HGR), aumentando a capacidade de atendimento, buscando assim abrandar a possibilidade de colapso do sistema.

Segundo o Portal de Notícias e Atualizações em Medicina (PEBMED), além dos pacientes e familiares, um outro grupo tem sido diretamente atingido pelos efeitos da pandemia: os profissionais de saúde, com destaque aos enfermeiros. Conforme análise da Organização Mundial de Saúde (OMS), esses profissionais fazem toda a gerência da assistência, de pessoas, materiais, além de promover o cuidado aos que necessitam.

A OMS ainda afirma que o cuidado com a saúde mental destes profissionais deve ser tratado como algo primordial. Para os trabalhadores da saúde, o estresse e a pressão de lidar com o ofício, acrescido do risco de adoecer, provocam severos problemas de saúde mental, além de gerar graves problemas como ansiedade e depressão.

Em uma atitude de solidariedade e cuidado para com esses profissionais que pertencem a um dos grupos de vulnerabilidade, já que o número de mortos entre profissionais da saúde causa preocupação para as autoridades, a Escola Adventista de Boa Vista (EABV) empreendeu uma ação que não apenas dignificou a classe, mas os homenageou de forma muito singular.

Os alunos produziram as cartas com mensagens de incentivo, desenhos e figuras para os profissionais de saúde

O Projeto Cartas Vivas tomou corpo a partir do seguinte versículo bíblico: “Vós sois a nossa carta, escrita em nosso coração, conhecida e lida por todos os homens,” (2Co 3:2 ARA), segundo o diretor da Escola Adventista de Boa Vista, André Rodrigo. “Trata-se de um projeto onde alunos escrevem cartas de agradecimentos aos profissionais da saúde em razão de todo seu empenho nesse momento tão delicado da história da humanidade”, declara.

Rafael Cachique, vice-diretor da escola, esclarece que o “Cartas Vivas” nasceu no coração dos alunos da Escola Adventista. “Sabedores que a cada dia 12 de maio comemora-se o Dia do Profissional de Saúde, a Escola Adventista de Boa Vista desenvolveu o Projeto Cartas Vivas onde serão enviadas cartas a esses profissionais de saúde escritas pelos próprios alunos, homenageando-os”, relata.

As cartas produzidas por alunos das turmas do Jardim 3 e Fundamental 1 contém textos, desenhos e pinturas. Ao término, elas foram colocadas em envelopes personalizados para então serem entregues aos profissionais. As respectivas professoras as coletaram através de um cuidadoso sistema drive-thru, pois os escritores infantis fizeram questão de levá-las pessoalmente à escola.

Estudantes levavam as cartas pessoalmente até a escola para serem entregues aos profissionais

A coordenação do evento esclarece que desde o mês de maio estão ocorrendo os preparativos para que esse projeto se torne um momento inesquecível na vida das crianças e dos profissionais da saúde.

Com sentimento de profunda gratidão, a estudante Suzana Vitória, do ensino fundamental, afirmou: “Eu vim agradecer todos vocês, enfermeiros, médicos, que estão cuidando das pessoas que estavam com coronavírus. Eu não peguei, mas meus pais pegaram e queria agradecer, pois vocês cuidaram muito bem dos meus pais”.

Eliene Alves, enfermeira que atua na linha de frente do Hospital Geral de Roraima e recebeu algumas das cartinhas, de forma muito emocionada, declarou que esta demonstração de carinho e reconhecimento “é uma forma de nos fazer sentir motivadas e que nos deixa extremamente felizes”.

Para Karen Arcoverde, coordenadora pedagógica da EABV, além do incentivo à escrita, à leitura e atividades psicomotoras, o projeto Cartas Vivas foi um estímulo à solidariedade na vida de cada criança participante, totalizando mais de 40 estudantes envolvidos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox