Notícias Adventistas

Profissionais da Escola Adventista de Andradas recebem primeira dose da vacina contra Coronavírus

Por Ana Davi 2 de junho de 2021

Essa e outras medidas de segurança foram adotadas pela instituição para o retorno das aulas presenciais

Professora da Escola Adventista recebe a primeira dose da vacina AstraZeneca, no sul de MG (Foto: Divulgação)

Durante esta semana, os profissionais do Escola Adventista de Andradas tiveram a oportunidade de tomar a primeira dose da vacina contra o Novo Coronavírus. A vacina aplicada foi a da AstraZeneca, e na terça-feira (01), os contemplados foram 19 professores. Já na quarta-feira (02), os outros funcionários da instituição, como zeladores, secretária, tesoureira, coordenadora, diretor, auxiliares, monitores e estagiárias também foram imunizados.

De acordo com o relatório estadual, o município de Andradas foi o primeiro a aplicar a vacina em profissionais da educação em toda a região sul do estado de Minas Gerais. Segundo Irani Bonini, a primeira professora vacinada da Escola Adventista de Andradas, este dia já é considerado um marco em sua vida. “Em primeiro lugar, eu agradeço a Deus por ter tomado a vacina e esse dia vai ser histórico pra mim. Vou trabalhar com mais tranquilidade e segurança. Foi um misto de alívio e gratidão por receber a primeira dose da vacina. Essa palavra resume tudo: alívio”.

Professora segura sua carteirinha de vacinação, mostrando que também recebeu a primeira dose contra o Novo Coronavírus (Foto: Divulgação)

Elioenai de Oliveira, diretor da instituição, conta que mesmo com a vacinação dos funcionários, a Escola continua mantendo todos os padrões de segurança de forma rígida, durante este período de retorno às atividades escolares presenciais: “A volta às aulas aqui, pelo menos, é diferente da realidade em outras escolas e em outras cidades. As turmas estão sendo liberadas aos poucos. Nesta última semana, por exemplo, nós liberamos o sétimo, o oitavo e o quarto ano. Mas, quem estipula as turmas é a Prefeitura Municipal de Andradas. No momento, para voltar o ensino presencial, falta apenas o mini maternal e para oferecermos a opção do presencial ao quinto e nono ano. Essas turmas não têm a opção do presencial, só do on-line. Todas as outras já possuem a opção presencial ou on-line, é o que nós chamamos de híbrido. E os pais escolhem o que preferirem”. Além disso, ele conclui: “Quanto às medidas de segurança: álcool em gel na entrada, aferição de temperatura na entrada. Os alunos trazem duas máscaras. O lanche é individual, sem usar a cantina, eles trazem garrafinha de água de casa para não usarem bebedouro. As saídas estão em horários diferentes. Os intervalos também em horários diferentes. O espaçamento entre carteiras é de um metro e meio, seguindo a recomendação da vigilância sanitária, entre outras regras que seguimos sobre quais produtos são utilizados para higienizar as salas.”

Todos estes cuidados e atenção demonstram o que cada profissional da Educação Adventista carrega em seu peito e que também é o lema da Instituição: algo que vai “muito além do ensino”. Uma instituição que se preocupa não apenas com o desempenho acadêmico, mas também com a segurança, saúde e princípios eternos de seus alunos.

 

Vacinômetro

Até o momento, mais de quatro milhões de pessoas já receberam a primeira dose da vacina, e mais de dois milhões de pessoas receberam a segunda dose, no estado de Minas Gerais. Para conferir como anda a vacinação em cada cidade de MG, o governo estadual desenvolveu o sistema chamado “vacinômetro”, em que é possível acompanhar o andamento, através do site: coronavirus.saude.mg.gov.br/vacinometro.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox