Notícias Adventistas

Professores recebem apoio emocional no Colégio Adventista de Vitória

Iniciativa busca oferecer alívio e segurança para docentes devido aos efeitos da pandemia

Por Leonardo Saimon 29 de maio de 2021

Docentes descansam os pés na água durante atendimento pedagógico (Foto: Arquivo pessoal)

Professores do Colégio Adventista de Vitória (CAV), no Espírito Santo, passaram a receber apoio emocional durante o retorno das aulas no sistema híbrido – presencial e online simultaneamente. As ‘Paradinhas Pedagógicas’, como são chamados esses momentos, proporcionam, além de orientações educacionais, um apoio emocional à categoria.

A sala tem direito a luz ambiente e aromatizador para relaxar. No dia da reportagem, duas professoras estão sentadas com os pés na água enquanto escutam da coordenadora pedagógica algumas ideias que podem ser desenvolvidas em sala de aula. Jackelinne Alves, que leciona para a turma do Jardim 1, permanece atenta absorvendo o conteúdo. A docente agora é aluna. Ela reconhece que o momento é terapêutico.

Leia também: 

“Eu fico mais calma, tranquila. E com esse diferencial, eu recebo como se fossem presentes. Foi tão gostoso, saudável e também um carinho. Eu me senti acolhida”,  descreve a educadora.

Acolhimento era justamente o que a Sueila Goese, idealizadora dos mimos e coordenadora pedagógica da Educação Infantil, pretendia passar a este grupo. Ela explica que sentiu, após o retorno das aulas presenciais, a necessidade de fazer algo que pudesse dar suporte físico e emocional. Atualmente, o Colégio conta com 57 professores e mais de 1.100 estudantes.

“Eu percebi a carência emocional em todos os professores. Acho que o isolamento, o home office, fez com que todos ficassem mais distantes. Então eu percebi isso e resolvi aproveitar os momentos das Paradinhas Pedagógicas pra trabalhar essa questão do cuidado, do zelo, do acolhimento e a preocupação com a saúde emocional”, elenca Sueila.

Sueila Goese idealizou momentos terapêuticos durante encontro com professores (Foto: Jobert Aquino)

Desgaste emocional 

Uma pesquisa do Estudo ProjeThos apontou em dezembro do ano passado o desgaste emocional de educadores. Os dados revelaram que 80% estavam interagindo menos com os colegas; 60% disseram estar cansados e 67% estavam com dificuldades em planejar o futuro.

Ao sentir que sua equipe fazia parte desta realidade, o Colégio Adventista de Vitória surpreendeu o grupo. Os professores já fizeram reuniões com direito a chá, descanso dos pés na água, pipoca e até massagem. Semanalmente, eles são surpreendidos com alguma novidade.

Educação Adventista capixaba 

Atualmente, a Educação Adventista no centro-norte do Espírito Santo conta com quatro instituições de ensino. O Colégio Adventista de Vitória, Escola Adventista da Serra, Escola Adventista de Barra de São Francisco e o Colégio Adventista do Espírito Santo (Edessa). A rede possui sob seu guarda-chuva 108 professores e mais de 2 mil alunos. No último ano, a região apresentou um crescimento de 10% no número de alunos matriculados em relação ao ano anterior.

Assista também:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=9zQxj9ynxeo]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox