Notícias Adventistas

Professora e pais de aluno de Escola Adventista são batizados

Escola Adventista de Andradas, Minas Gerais, contribuiu para a decisão dos três.

6 de maio de 2014
Cristiane teve o primeiro contato com a Escola Adventista por conselho do sogro, que não é adventista, mas que tem um apreço pela rede educaional.

Cristiane teve o primeiro contato com a Escola Adventista atendendo ao pedido do sogro, que não é adventista, mas que tem um apreço pela rede educacional.

Há dez anos, Cristiane Miqueleto matriculou seu filho na Escola Adventista de Andradas, sul de Minas Gerais, a pedido do sogro. “Os filhos dele estudaram na Escola Adventista. Ele disse que gostaria muito de ver os netos estudarem nesta escola também”, comenta Cristiane, mãe de três filhos, mas que, na época, só tinha um. Ela atendeu o vontade do sogro e o filho começou a estudar na primeira turma da escola. Cinco anos depois, Cristiane começou a dar aulas na mesma unidade, que hoje atende crianças da educação infantil até o 5º ano.

As Escolas Adventistas desenvolvem ações trabalhando a parte social, moral e espiritual dos alunos e funcionários. Com o tempo, a professora foi se interessando pela espiritualidade e ansiou estudar a Bíblia. Realizou um estudo bíblico mais profundo sobre profecias com a diretora da escola e um pastor.

E foi no domingo, 4 de maio, que a professora decidiu seguir o que aprendeu e, de forma pública, foi batizada na Igreja Adventista do Sétimo Dia, localizada na região central de Andradas. Mas ela não estava sozinha. Também em contato com a escola e o canal Novo Tempo, rede de televisão da Igreja Adventista, pais de um aluno também foram batizados.

Os pais do pequeno João Pedro, de 4 anos, estudaram a Bíblia por quase três meses.

Os pais do pequeno João Pedro, de 4 anos, estudaram a Bíblia por quase três meses.

“Minha esposa e eu matriculamos nosso filho de 4 anos na escola no ano passado. Um dia, conversando com a diretora, falamos que gostávamos muito dos programas da TV e nos interessamos pela classe bíblica que era transmitida lá. Ela disse que podíamos participar de uma, aqui mesmo em Andradas, e começamos a ir”, conta o pai de aluno, Márcio José Barbosa.

Quase três meses estudando a Bíblia, a esposa Daiane Daniele Barbosa e ele tomaram a decisão. “Estou muito contente. É uma nova vida, com certeza”, manifesta Barbosa. Para a diretora da escola em Andradas, Enyangela Trevisan, o batismo dos três foi a confirmação da real função de uma escola. “O trabalho pedagógico exige muito envolvimento tanto com os pais como com os alunos e professores. Sempre há trabalho a ser feito e a gente corre o risco de perder o foco. Mas estou muito feliz porque Deus está nos usando no trabalho de salvar almas, que é o principal objetivo.” [Equipe ASN, Vanessa Lemes]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox