Notícias Adventistas

Prevenção contra a dengue é lição de casa para estudantes em São Paulo

Os alunos a Educação também entraram na luta com ações prátia contra a dengue, zika vírus e a febre chikungunya.

23 de fevereiro de 2016
12717224_880008245449991_8111084744123561146_n

Estudantes em São Paulo também participaram do Dia de Mobilização Nacional da Educação contra o Zika (Fotos: ASCOM/APV)

Mogi das Cruzes, SP… [ASN] Uma lição de casa diferente, ao invés da conta matemática, leitura de texto ou exercícios de Geografia, a atividade foi a de prevenção contra a dengue. Na última sexta-feira (19), Dia Nacional de Mobilização da Educação contra o Zika, os estudantes dos Colégios Adventistas de Mogi das Cruzes e Cruzeiro, no interior de São Paulo, participaram de atividades de combate ao mosquito.

 

Leia também —

Educação Adventista mobiliza mais de 200 mil alunos contra o zika virus

Tire suas dúvidas sobre o mosquito Aedes aegypti

 

Transmissor do zika vírus, dengue e da febre chikungunya, o mosquito Aedes aegypti se desenvolve nos locais mais improváveis possíveis, bastando apenas um recipiente com água parada. Durante toda a semana passada, os estudantes da Educação Infantil e Fundamental aprenderam mais do assunto por meio de atividades lúdicas e práticas. Além de palestras, peça teatral, confecção de cartazes e fantasias, as crianças puderam produzir seu próprio panfleto educativo.

12733432_1684120705061354_2930807652028819131_n

Em Mogi das Cruzes os alunos tiveram uma atividade prática, eliminar os criadouros do mosquito da dengue.

No Colégio Adventista de Cruzeiro, as crianças puderam conversar e entender melhor das formas de prevenção ao mosquito diretamente com quem entende do assunto, os profissionais da Saúde. Por meio de uma parceria com o Centro de Zoonoses da cidade, os profissionais puderam bater um papo com os estudantes e mostrar como eles também podem ajudar. Após uma semana de atividades, na sexta-feira os alunos do 5º ano foram entregar alguns folhetos preventivos em um dos principais supermercados da cidade.

“Quem acha que criança não pode ajudar está muito enganado, elas são as mais animadas em ajudar na eliminação dos criadouros do mosquito da dengue. E a conscientização precisa começar cedo e em casa, ajudando os pais, falando aos vizinhos e limpando os vasos que acumulam água. A escola deve ser parceira e incentivadora desse processo”, comenta a professora Liliane da Silva.

Da mesma maneira como aconteceu em Cruzeiro, em Mogi das Cruzes após uma semana intensa de atividades em sala de aula, na sexta-feira a tarefa dos estudantes do Colégio Adventista foi prática. Os alunos foram desafiados a eliminarem qualquer tipo de criadouro do mosquito que estivesse em casa ou na comunidade. E o exercício rendeu tanta criatividade e engajamento, que eles até tiraram fotos das ações.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Uma guerra de todos

Segundo o Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo, só no ano passado o Estado viveu a pior epidemia de dengue da história, com 649 mil casos e 454 mortes, 612 dos 645 municípios tiveram transmissão do vírus, ou seja, a doença já havia alcançado 94,8% dos municípios.

Já na capital, em entrevista coletiva concedida ontem pelo secretário Alexandre Padilha, a cidade corre o risco de ter um aumento no número de dengue neste ano superando os 100 mil registrados ano passado. Até o momento foram notificados 4.065 casos de dengue, dos quais 1.062 foram descartados. No mesmo período do ano passado, foram 1.346 notificações e 376 casos confirmados.

O combate à doença depende da colaboração de todos e com atitudes simples é possível prevenir o aumento de casos. Veja algumas dicas abaixo:

  • Tampe os tonéis e caixa d’água;
  • Mantenha as calhas sempre limpas;
  • Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo;
  • Mantenha lixeiras bem tampadas;
  • Deixe ralos limpos e com aplicação de tela;
  • Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia;
  • Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais;
  • Retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa.

Para mais informações e formas de engajamento acesse o portal oficial do Ministério da Saúde. [Equipe ASN, Mairon Hothon]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox