Notícias Adventistas

Política é tema de aula prática para estudantes em Telêmaco Borba

Alunos no Paraná passam por aula prática de política e as consequências do processo eleitoral.

24 de setembro de 2014
eleição

Estudantes em Telêmaco Borba passaram por aula prática sobre o processo eleitoral brasileiro (Foto: CATB)

Curitiba, PR…[ASN]  Ela até pode ser esquecida por alguns ou menosprezada por outros, mas que tem uma forte influência na vida do cidadão, isso ninguém pode negar. Em ano de eleições, o tema política mais do que nunca está na pauta dos debates da sociedade, e se assunto movimenta os mais experientes, imagina quem é curioso por natureza? Pelo Colégio Adventista de Telêmaco Borba, no interior do Paraná, os alunos têm passado por experiências de gente grande.

Durante a última semana (15 a 19/09), sob a orientação professora de filosofia, Lucyanne Meira, crianças e adolescentes participaram do projeto Eleições como forma de aprender de forma mais prática como funciona o sistema eleitoral e político brasileiro. Durante as aulas, os futuros eleitores entenderam melhor como funciona a política no Brasil e em outros países além de criticarem e opinarem sobre qual é o melhor sistema para cada sociedade da época.

Mas aula que é aula precisa mesmo é ir à prática e foi por isso que os alunos passaram. Após escolha do grupo, três alunos da turma do 2º ano do Ensino Médio foram os candidatos da turma que a partir daquele momento teriam que ser homens públicos. Juntamente com a sala, eles prepararam toda a campanha política, criando propostas de governo, propagandas eleitorais, incluindo cartazes e jingles.

Segundo a estudante Brenda Santos, entender melhor um pouco das estratégias dos políticos para alcançar os votos, ajuda aos eleitores identificarem quais os candidatos que de fato querem melhorar a cidade.

“A necessidade que um político de ‘envolver’ a população com suas palavras é essencial na disputa por votos. O povo gosta de ouvir palavras bonitas. Querendo ou não, um político deve investir em coisas para divulgar seu nome a fim de atrair a atenção das pessoas, porque infelizmente a grande massa vai a favor daquele que faz mais fama”, comenta uma das candidatas.

Já no aprendizado do aluno Matheus Miranda, trabalhar em grupo é o que faz diferença para um candidato ganhar uma eleição. “O projeto mostrou que o trabalho em grupo é importante, pois sem ele, não temos a elaboração de uma campanha, e tal campanha deve ser focada na prática de normas éticas e morais, que deveriam ser lembradas por todos os nossos deputados, senadores e presidentes”, pontua.

A professora de filosofia, Lucyanne Meira, concluiu dizendo que “essa experiência ajudou os alunos a perceberem como é ser um político na vida real. Em menores proporções, vivenciaram o que qualquer político passa inclusive que eles também podem sofrer chantagens da população para que se corrompam. Também perceberam as dificuldades que os candidatos podem ter com os concorrentes, e para que isso não os atinja é preciso ter uma vida pautada na ética e na moral.” [Equipe ASN, Mairon Hothon]

Colaboração – Equipe de Comunicação do Colégio Adventista de Telêmaco Borba

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox