Notícias Adventistas

Pacientes do Hospital da Mulher recebem serenata dos alunos do Colégio Adventista de Fortaleza

Ação aconteceu em alusão ao Dia Internacional da Mulher

Por Cida Souza 8 de março de 2019

 

Alunos e professores com a coordenadora do setor do estágio do Hospital da Mulher (Foto: Cida Souza)

Comemorado mundialmente no dia 8 de março, do Dia Internacional da Mulher relembra lutas, conquistas e valorização do gênero feminino. Na data, as mulheres recebem homenagens no trabalho, na escola ou em casa.

No entanto, os alunos do Colégio Adventista de Fortaleza escolheram um ambiente diferenciado para realizar a homenagem e levaram alegria às pacientes do Hospital da Mulher. Para a coordenadora pedagógica do colégio, Cristiane Barreto, a ação faz parte de um princípio da escola.  “Nós, como Educação Adventista, não poderíamos ficar de fora dessa homenagem. Ficamos muito felizes como alunos, professores, funcionários, em estar aqui no hospital trazendo um pouco de conforto para todas as mulheres que estão aqui,” salientou.

Os corredores do hospital, outrora silenciosos, ganharam a animação de uma serenata. Além da música como presente, os alunos doaram kits de higiene e  livros sobre esperança. O gesto encantou não só as pacientes, como também as acompanhantes e colaboradoras. “Quando você está internado, geralmente é uma condição adversa, a menos que seja para ter um bebê. Mas você receber um presente desse, uma música que sempre alegra a vida de todo mundo, uma serenata, pessoas que fazem o bem, é muito interessante, é muito bom. Então ficamos todos muito alegres”,  relatou a diretora técnica do hospital, Shirley Bruno.

A paciente Débora Ferreira, não imaginava que ao ir dar a luz, receberia, além da dádiva de ser mãe, uma cesta com mimos especiais. “Gostei muito, estou muito agradecida. Fiquei muito feliz pela homenagem que fizeram, pois é muito difícil ver as pessoas fazerem isso. Adorei o cântico e a simpatia de todos,” enfatizou.

A emoção contagiou os envolvidos na ação, como foi o caso da estudante Lysandra Pordeus. “Eu fiquei feliz porque isso traz alegria para as pessoas. Isso é bom, as pessoas ficam felizes com essas ações. São pequenas coisas que transformam as vida das pessoas”, enfatizou.  

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox