Notícias Adventistas

Educação

Núcleo de Atendimento aos Estudantes promove encontro para socialização de estrangeiros na Fadba

Faculdade Adventista da Bahia realiza encontros semanais para integração de alunos estrangeiros


  • Share:

Alunos de várias nacionalidades participam de encontros para socialização. (Foto: colaboração)

O Núcleo de Atendimento aos Estudantes Estrangeiros, da Faculdade Adventista da Bahia, Fadba, intensificou suas ações com encontros semanais após o retorna às aulas semipresenciais. O intuito das reuniões é socializar alunos de outras nacionalidades, apresentar os serviços disponíveis no setor e promover a integração com as atividades no campus. No primeiro encontro, que aconteceu na última quarta-feira, estiveram presentes alunos do Chile, Peru, Argentina, Moçambique, Uruguai, Egito, Estados Unidos e Haiti.

Luiz Davi, afirma que esta iniciativa faz com que os alunos de outros países se identifiquem e formem uma família, “sempre fui muito bem recebido aqui na Fadba, sou estudante de GTI e estes encontros têm nos fortalecido a completar nosso objetivo acadêmico e a nos relacionar mais e melhor com pessoas de outras nacionalidades”, explica o chileno que está na Fadba há 2 anos.

Estudantes de 8 países participam de encontro do Núcleo de Atendimento ao Estudante Estrangeiro. (Foto: colaboração)

O Núcleo faz parte do Setor de Apoio ao Estudante que disponibiliza suporte psicopedagógico, acessibilidade e inclusão, “durante os nossos encontros com os estrangeiros e brasileiros incentivamos a interação dos alunos e explicamos sobre a existência do núcleo, como atuamos e a nossa disponibilidade em colaborar com a socialização deles na faculdade, no internato e na comunidade”, explica Rebecca Gondim, a responsável pelo setor.

Amilton Miranda é estudante do curso de teologia e deixou o seu país de origem, São Tomé e Príncipe, há 5 anos, “os encontros do núcleo têm sido muito importantes para a minha integração e dos meus colegas, a interação na faculdade e além de entendermos que a Fadba de fato está preocupada com o nosso bem-estar e desenvolvimento durante a jornada acadêmica. Nos sentimos acolhidos com as reuniões e podemos compartilhar nossas experiências positivas, e assim ajudar uns aos outros”, finaliza.