Notícias Adventistas

MSMa comemora os 120 anos da Educação Adventista na DSA

11 de maio de 2015
1

Grupo de Colaboradores da EA em Imperatriz

Imperatriz, MA … [ASN] Há mais de um século, tem-se a presença da Educação Adventista na Divisão Sul Americana. No dia 25 de abril de 2015, comemorou-se os 120 anos desse ministério educacional. Em nosso campo, a comemoração foi realizada no Colégio adventista de Imperatriz, e contou com  a participação de diversos profissionais da área educacional.

3    Hoje, na Missão Sul Maranhense temos mais de 2.690 alunos, distribuídos em quatro cidades da região (Imperatriz, Santa Inês, Bacabal e Porto Franco) , e cinco instituições.
Em Imperatriz, sede administrativa da MSMa, ganha-se destaque a Escola Adventista, sendo a pioneira da cidade, fundada em 1972, pelo Pastor Emanuel de Jesus Saraiva  e na direção da professora Madalena Fournier da Silva e a professora Geny Carvalho Resende, e que atualmente possui doze turmas que vão do maternal ao 9º ano. Tem-se ainda o Colégio Adventista, fundado em 1980, pelo Pr. Marcos Paiva e na direção de Maria da Guia Taveiro Silva, o qual no momento possui 32 turmas, do nível maternal ao Ensino Médio.
A comemoração contou ainda com a presença do Deputado Estadual, Marco Aurélio, que cita  como “A Educação Adventista está crescendo e ficando forte, e a preocupação  da mesma em construir valores”, além de ser referência com as notas do Enem. Ele expõe a gratidão pelo ensino e pela oportunidade que recebeu em trabalhar nesta educação.

Educação para Salvar
“A Educação Adventista tem feito história na vida de pessoas, história que transforma vidas, forma pessoas, forma caráter”, destaca a coordenadora pedagógica do campo, Abgail Freitas. Ela afirma ainda que o diferencial desta educação está na preocupação pela salvação de seus alunos, “Educar para salvar, formar integralmente o cidadão”, ressalta.
A diretora do Colégio Adventista de Imperatriz, Ana Dilza Albuquerque, se emociona durante o programa. “A Educação Adventista é a minha vida”, afirma. Ela conta como a vida dela se resume trabalhando nesta área, e que houve momentos que ele se afastou deste ensino, contudo, viu que não deu certo. Ana ainda diz que trabalhar em uma instituição adventista ajuda no seu desenvolvimento espiritual.2
Elienai Nunes, professora em uma das instituições de ensino e filha de uma pioneira da Educação Adventista da cidade,  Madalena Fournier, relata que seu maior prazer está em saber que participou dessa história também. Para ela, é uma satisfação enorme fazer essa “árvore genealógica” na família, em que todos sempre tem estudado na Educação Adventista. “A nossa missão aqui ainda não acabou, isto é só o início”, destaca. [Equipe ASN, Expedito Lima]

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox