Notícias Adventistas

Mestrado: O caminho para o crescimento profissional

Com abordagem aprofundada, a modalidade é indicada tanto para quem quer seguir área acadêmica quanto profissional. Inscrições para o Mestrado em Educação do Unasp seguem até dia 31 de julho.

8 de junho de 2018

Por Jefferson Braun e Mairon Hothon

Oportunidade de mestrado, profissional ou acadêmico, aumentam chances profissionais e intelectuais dos estudantes (Foto: Shutterstock)

Foi em busca da carreira acadêmica e profissional como professor, que Tiago Basílio procurou o mestrado para a realizar o seu sonho. Mestre em Divulgação Científica e Cultural desde agosto de 2017, ele se uniu ao grupo que cresce aceleradamente com esse título no país. De acordo com o Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), uma organização de pesquisa vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), em 2014 o Brasil formou 50,2 mil mestres. Se forem considerados os 18 últimos anos do período, o aumento do número total foi de 92%.

Regulamentado há quase 20 anos, a modalidade de Mestrado capacita o aluno na realização de pesquisas e aplicações no mercado de trabalho, além de ajudar a se destacar em uma possível vaga profissional. De acordo com o último levantamento do Ministério da Educação (MEC), são 76.323 estudantes matriculados em Mestrados Acadêmicos, e 4.008 em Mestrados Profissionais. Ainda segundo o MEC, a cada ano este número aumenta em dois dígitos.

O Mestrado Profissional em Educação do Unasp está com inscrições abertas até dia 31 de julho.

A doutora em Psicologia Profissão e Ciência, Gildene Silva, explica a diferença entre os mestrados e as titulações para cada um.

“A pós-graduação possui duas vertentes, uma chamada de Lato Sensu e outra de Stricto Sensu. O primeiro serve para definir os cursos de especialização e ao final o aluno tem certificado de conclusão, o Stricto Sensu são os conhecidos mestrados e doutorados, que tem duração de dois e quatro anos respectivamente. Ao completar o período de estudos, o acadêmico ganha o título de mestre/doutor na área do curso em que ele estudou”, explica.

No Unasp, campus Engenheiro Coelho, o Mestrado Profissional em Educação está com inscrições abertas para o processo seletivo 2018, que será realizado em agosto conforme calendário disponível no edital no endereço. A inscrição segue até dia 31 de julho e início das aulas no dia 20 de agosto.

“O programa é reconhecido pela CAPES, oferece duas linhas de pesquisa: Formação de Professores, currículo e práticas inovadoras; Formação de gestores, processos educativos e avaliação. O Mestrado Profissional em Educação do Unasp tem duração de dois anos com 20 vagas abertas, todavia ainda existe a possibilidade de alunos especiais”, explica a Profª Dra. Gildene que também é coordenadora e docente do curso.

Crescimento Intelectual e Profissional

A administradora Samira EL Khoueiri Fernandes é professora na área técnica e uma das alunas do Mestrado do Centro Universitário Adventista de São Paulo. Ela que tem uma agenda apertada e divide o tempo com outras atividades além do trabalho optou em iniciar o seu mestrado no Unasp para aumentar o seu grau de conhecimento dentro do seu estilo de vida.

“Eu decidi fazer o mestrado para aprimorar os meus conhecimentos, me aperfeiçoar profissionalmente e evoluir de forma funcional na empresa que trabalho. Eu me apaixonei pela inovação que este mestrado me apresentou em sua grade. Faz pouco tempo que iniciei os estudos, mas o pouco tempo já tem me ajudado bastante”, explica Samira.

Mestrado do Unasp pode ser realizado de duas formas, com aulas a cada 15 dias ou intensivo durante alguns meses.

Outra estudante que também optou pela modalidade profissional foi a coordenadora pedagógica Doris Lima, que conta um pouco como é balancear estudos e trabalho. “Aí que pega, se não tiver um planejamento com todas as atividades, os estudos não vão pra frente. No período que eu estava cumprindo os módulos, nunca deixei tarefas atrasadas. Desde o início já fazia pesquisas em banco de dados para a dissertação”, aconselha Doris.

Assim como ocorre com o mestrado acadêmico, a modalidade profissional também habilita o aluno a seguir à carreira docente no Ensino Superior. Isso abre a possibilidade de profissionais que hoje se dedicam exclusivamente ao mercado de trabalho seguirem para a Academia.

“O mestrado profissional almeja a integração entre a teoria e a prática e mais proximidade com a realidade educacional e o cotidiano da escola. Desse modo, o problema de pesquisa surge do olhar do pesquisador sobre as questões enfrentadas no contexto profissional com a intencionalidade de contribuir para o desenvolvimento da autonomia do educador em diferentes espaços educacionais, numa busca de desenvolvimento profissional produtivo e mais competitivo. O curso tem o mesmo valor do mestrado acadêmico, tornando o aluno mais apto para o mundo do trabalho”, afirma a Profª Dra. Gildene.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox