Notícias Adventistas

Meninas de 5 e 7 anos organizam campanha para ajudar projeto solidário

Iniciativa Tenho Um Coração Solidário, da Rede de Educação Adventista, motivou irmãs a irem em busca de doações para ajudar a quem precisa

Por Érica Tavares 11 de maio de 2021

Muito satisfeitas, Naelí e Valentina foram à escola entregar tudo que conseguiram para ajudar na campanha. (Foto: Divulgação)

As irmãs Naelí, de 7 anos, e Valentina, de 5, mostraram que a pouca idade não é empecilho quando se tem o desejo de ajudar. Alunas da Escola Adventista de Imperatriz (EAI), no Maranhão, as meninas foram convidadas a participar da ação Tenho um Coração Solidário, promovida anualmente pela rede de Educação Adventista em todas as suas unidades. O objetivo do projeto é estimular ações solidárias na comunidade escolar e, assim, arrecadar doações que auxiliem pessoas que precisam, despertando nos alunos o olhar sensível às necessidades da sociedade.

Este ano a iniciativa foi realizada nos meses de março e abril. Durante esse período, foram trabalhados temas como generosidade, solidariedade e cuidado ao próximo, conforme conta Davi Santos, pastor escolar e responsável pelo projeto na EAI. “Esse é um dos projetos mais preciosos em nossa escola, pois vários aspectos e valores são desenvolvidos em nossos alunos e funcionários. Nesse momento tão específico em que vivemos, é de suma importância lembrarmos o valor do outro e nosso dever de cuidar e amar nosso próximo”, explica Davi.

Leia também:

Depois de assistirem à capela online que apresentou o projeto aos alunos, Naelí, do 2º ano, e Valentina, do Jardim II, se sentiram motivadas a colaborar com o que pudessem. A mãe das meninas, Elígia Namaro, conta que logo depois da aula virtual, elas começaram a procurar os membros da família. Falavam sobre a ação da escola e pediam doações. Além disso, tiveram a iniciativa de promover na igreja que frequentam uma campanha para arrecadar roupas e alimentos.

O resultado do esforço trouxe muita alegria para as meninas. Com a ajuda dos familiares, as duas crianças arrecadaram rapidamente o valor de R$100. E com a campanha promovida na igreja conseguiram reunir um fardo de roupas e alimentos para compor cestas básicas. Naelí e Valentina foram levar sua colaboração à escola muito satisfeitas. Mesmo que para alguns parecesse pouco, para as pequenas a alegria de poder ajudar a alguém foi imensa.

A Casa da Criança, em Imperatriz, foi umas das instituições que recebeu a doação de cestas básicas. (Foto: Divulgação)

Distribuindo esperança

No sul do Maranhão, o projeto foi implementado nas cinco unidades escolares adventistas, em Imperatriz, Bacabal, Santa Inês e Porto Franco. Ao final da campanha,  foram arrecadados R$10.100,00 e 91 cestas básicas, além de roupas, cobertores e calçados. Parte do valor angariado foi destinado ao projeto Luzeiros, com lanchas que levam atendimento médico às comunidades ribeirinhas no Estado do Pará.

O restante foi usado para comprar mais cestas básicas e outros itens específicos para atender instituições sociais e organizações não governamentais em cada município. Famílias de alunos, de colaboradores e da comunidade também foram ajudadas com o resultado da ação.

Em Bacabal, mulher recebe uma das cestas doadas por voluntários (Foto: Divulgação)

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox