Notícias Adventistas

Gincana em Colégio Adventista conscientiza sobre a reciclagem do óleo de cozinha

Em um mês o colégio arrecadou mais de 1.700 litros de óleo usado

Por Jefferson Braun 11 de junho de 2021

A comunidade em volta do colégio ganha mais um ponto seguro de descarte do óleo usado.

Segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), o consumo de óleos vegetais no Brasil aproxima-se da quantidade de três bilhões de litros ao ano e a estimativa é que, de cada quatro litros consumidos, um seja descartado de forma incorreta, o que representa mais de 700 milhões de litros ao ano lançados no meio ambiente sem o devido cuidado e controle.

Com o objetivo de conscientizar as crianças sobre a importância da reciclagem do óleo de cozinha, o Colégio Adventista unidade Jardim Leblon, em Campo Grande, desenvolveu uma gincana para promover a ação. A partir de agora, a unidade educacional será um ponto de coleta para a comunidade e familiares dos alunos que desejam descartar o óleo utilizado em um lugar seguro. Em um mês de gincana 1.714 litros de óleo foram coletados pelo colégio.

A Diretora do Colégio, Mathiely Aguiar, juntamente com sua equipe desenvolveram o projeto com a única empresa licenciada para realizar a reciclagem do óleo saturado em Campo Grande (MS).

De acordo com a diretora da unidade, professora Mathiely Aguiar, a ideia para a gincana com o objetivo de conscientização surgiu por conta de uma necessidade real de alertar os alunos sobre a degradação que o material pode causar na natureza. “Há um bom tempo estamos conversando com os alunos sobre o assunto. Soubemos que muitas famílias não têm conhecimento de onde pode ser descartado o óleo utilizado em casa, enquanto outros acreditam que podem descartar o óleo vegetal em qualquer lugar”, ressaltou.

Ainda segundo a diretora da instituição, a gincana foi apenas uma ferramenta para promover a conscientização dos alunos. “Não foi apenas uma promoção pontual, mas sim um ‘start’ de um movimento que queremos implantar com eles, em suas famílias, alcançando também a comunidade em volta do colégio”, complementa.

Leia também:

Alunos desenvolvem atividades de conscientização na Semana do Meio Ambiente

Qual a postura do cristão em relação ao meio ambiente?

 

Dentro de casa, José sempre desenvolveu à conscientização com o meio ambiente.

Com ajuda do pai, a aluna do Ensino Fundamental Isadora Letícia, de oito anos, durante a arrecadação teve apoio do grupo de ciclistas que seu pai participa e mais de 120 litros de óleo foram recolhidos por ela, mas a conscientização do descarte vem de família, é o que explica seu pai, o ciclista José Braz. “Em casa somos muito conscientes a respeito do meio ambiente. O óleo usado em frituras, por exemplo, não jogamos na rede de esgoto. Já é um hábito separarmos para dar a destinação correta. Acreditamos que dessa forma estamos fazendo a nossa parte para contribuir um pouco com a conservação ambiental”, acredita.

Para Isadora, além de ter o incentivo dos pais na jornada de cuidado e preservação do meio ambiente, a lição aprendida desde cedo é que ela também pode fazer a diferença. “Eu aprendi que o óleo usado em casa, se for jogado no ralo, vai para os rios e prejudica os animais e a natureza”, lembra.

Trabalho e esgoto limpo

A Katuoi é a empresa responsável pela coleta dos resíduos e a única devidamente licenciada para realizar a reciclagem do óleo saturado em Campo Grande (MS).

Destino certo

O material recolhido pela instituição será repassado para as empresas do município que fabricam ração animal.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox