Notícias Adventistas

Feira multicultural explora fatos ligados ao criacionismo

Alunos do Colégio Adventista de Teófilo Otoni, em Minas Gerais, apresentaram evidências que confirmam registros históricos contidos na Bíblia.

27 de outubro de 2014
Feira multicultural CATO

Alunos explicam acontecimentos aos visitantes.

Teófilo Otoni, MG… [ASN] Com abordagem do tema criacionismo, alunos do Colégio Adventista de Teófilo Otoni (Cato), em Minas Gerais, realizaram a versão 2014 da Feira Multicultural que é realizada anualmente no município. Organizada sistematicamente por ano letivo, o programa foi desenvolvido pelos estudantes com supervisão dos professores. Na quadra poliesportiva e em diversas salas, eles apresentaram acontecimentos bíblicos que possuem provas científicas de que foram fatos verídicos.

Leia também:

Um deles dilúvio foi o Dilúvio, apresentados pela ótica da ciência. Dentre alguns exemplos, os alunos usaram o Grand Canyon como uma prova clara de que esse evento aconteceu. Suas camadas visivelmente expostas provam que houve uma formação sobrenatural das grandes rochas localizadas no território dos Estados Unidos.

Para dar uma força ainda maior aos argumentos apresentados pelos alunos sobre a veracidade do fato, o professor Nahor Neves de Souza Jr., geólogo e professor no Centro Universitário Adventista de São Paulo colaborou com os alunos enviando um vídeo em que apresenta suas considerações e defesas sobre o tema.

O Templo de Salomão também foi apresentado em forma de maquete. A turma responsável pelo tópico apresentou pesquisas e fotos de objetos e pedras encontradas por pesquisadores. “As vezes sabemos todas as histórias da Bíblia mas nem sempre temos como provar se aconteceu de verdade. Mas eu acho incrível o fato de sempre existir pessoas que têm a curiosidade de pesquisar evidências arqueológicas comprovando as verdades da Bíblia”, declara a aluna do sétimo ano, Maressa Sampaio.

Feira multicultural CATO

Os pais também participaram do evento para compreender melhor as descobertas feitas pelos filhos durante a elaboração dos trabalhos.

Além do Dilúvio e do Templo de Salomão, os alunos apresentaram evidências científicas sobre a criação, a Torre de Babel, Davi e Golias, o Templo de Davi, a Arca de Noé, o Mar Vermelho, o carimbo de Jezabel, o tijolo de Nabucodonosor, pergaminhos do Mar Morto, o dia em que a terra parou, a cidade de Nínive e muitos outros.

“Nos sentimos gratos em ter desafiado nossos alunos a buscarem evidências científicas a favor do criacionismo. Eles foram orientados e pesquisaram descobertas arqueológicas em sites científicos, e se basearam em cientistas criacionistas. Toda a feira foi fruto de muito trabalho, mas um trabalho muito recompensador. E eles demonstraram que nós podemos crer no que a
Bíblia relata, pois as descobertas arqueológicas colaboram confirmando o que está escrito ali. Afinal, se sabemos de onde viemos, com certeza saberemos para onde vamos”, declara a professora Vera Felau Kefler, diretora do Cato.

Em comparação com anos anteriores, a feira contou com um recorde de público. Os pais foram acompanhar de perto o desempenho dos filhos. O comerciante Sérgio Pereira, por exemplo, que assistiu as apresentações, parabeniza a administração da escola pelos trabalhos apresentados. De acordo com ele,  as crianças estão bem instruídas a respeito dos temas. [Equipe ASN, Eugenio Saraiva]

Veja mais fotos da feira multicultural do Colégio Adventista de Teófilo Otoni neste link.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox