Notícias Adventistas

Feira de empreendedorismo movimenta Escola Adventista do Guará

Uma das motivações da escola em realizar o projeto em parceria com o Sebrae é a grande transformação que tem sofrido o mercado de trabalho, incluindo a extinção de profissões tradicionais

Por Rafael Brondani 6 de novembro de 2019

Os alunos colocaram em prática o que aprenderam no curso e realizaram uma feira para comercializar os produtos confeccionados por eles mesmos. (Foto: Arquivo)

A Escola Adventista do Guará, em parceria com o Sebrae, oferece aos alunos do ensino fundamental o projeto “Jovens Empreendedores Primeiros Passos”, destinado à fomentar a cultura empreendedora apresentando práticas de aprendizagem que levam em conta a autonomia do aluno para aprender e o desenvolvimento de atributos e atitudes necessárias para a gerência da própria vida.

Na última terça-feira (05), os alunos colocaram em prática o que aprenderam no curso e realizaram uma feira para comercializar os produtos confeccionados por eles mesmos, como, por exemplo, plantas aromáticas, biscoitos, cucas, temperos, biscuit, dindin gourmet, comidas regionais, artesanato, entre outros.

A diretora da Escola Adventista do Guará, Cilene Antes, explica que a ação tem como objetivo incentivar o empreendedorismo desde cedo. “Os nossos alunos confeccionaram produtos que comercializaram por meio das nossas lojas alimentos, temperos e vários materiais para brincadeiras. Tudo feito com o intuito de estimular desde cedo a inteligência criativa para os negócios”, explica a docente.

O quarto ano do ensino fundamental trabalhou com a locação de brinquedos. Durante o bimestre, eles aprenderam a alugar também livros, CDs e outros itens, juntaram dinheiro e, na feira, realizaram um planetário.

A consultora da educação empreendedora do Sebrae, Cristiane Moraes, destaca que o curso Jovens Empreendedores Primeiros Passos possibilita a criança a aprender de forma lúdica e desenvolver habilidades e comportamentos empreendedores.

“O Sebrae tem como missão fomentar o empreendedorismo e nada melhor do que começar isso na educação infantil junto ao ensino fundamental, para que eles possam semear que empreendedorismo é uma atitude. Uma atitude de fazer realizar o seu sonho”, afirmou Cristiane.

Ainda segundo ela, a feira serve como um celeiro de negócios, em que eles podem materializar o desenvolvimento das habilidades adquiridas ou desenvolvidas durante o projeto. “Para o Sebrae é muito gratificante ver a Escola Adventista realizando esse projeto com os estudantes”, destacou a consultora.

A coordenadora pedagógica da Escola Adventista do Guará, Rosilene Carmo, aponta que no futuro muitas profissões podem ser extinguidas, sendo o empreendedorismo um importante aliado aos novos egressos do mercado de trabalho.

“Empreender hoje é a palavra do momento, porque muitas profissões não existirão mais quando eles forem a campo profissional. Eles precisam entender que a criatividade é importante, precisam aprender a ser econômicos e a usar o dinheiro. Tudo isso estamos trabalhando com eles”, pontua a coordenadora.

A aluna Rebeca Mota, do 9º ano, participou do evento e aprovou a iniciativa da escola. “A feira junta as famílias e faz com que os alunos aprendam melhor sobre empreendedorismo. Com os clientes reais que temos aqui, aprendemos muitas coisas, saímos da teoria e colocamos na prática, o que é muito gratificante”, argumenta a aluna.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox