Notícias Adventistas

Exemplos de superação

O educandário tem atualmente 165 alunos e a pouco mais de um ano, foi reintegrado a Rede de Educação Adventista.

12 de novembro de 2014
Maria Laís Martins com os netos: mesmo em meio as dificuldades garantem que vale a pena ter a educação Adventista

Maria Laís Martins com os netos: mesmo em meio as dificuldades garantem que vale a pena ter a educação Adventista

Montes Claros, MG… [ASN] Talisson Henrique, 11 anos, Naiele Tauani, 09 anos e João Victor, 07 anos. Diariamente os três irmãos caminham de 30 a 40 minutos da Vila Ipiranga onde residem para o bairro São José, localizado na região central de Montes Claros onde está a Escola Adventista.

O educandário tem atualmente 165 alunos e a pouco mais de um ano, foi reintegrado a Rede de Educação Adventista. Os pais Lucimar Calixto dos Santos e Alex Martins Dias não são membros da igreja Adventista, mas enxergam no ensino oferecido pela escola um forte instrumento de formação de valores morais e éticos para os filhos.

Lucimar acorda todos os dias de madrugada, logo bem cedo, por volta das 7h já se encontra no trabalho em um restaurante, onde exerce a função de cozinheira. Já o esposo Alex, faz de tudo um pouco, de pintor a pedreiro. Eles trabalham duro para manter o sustento da família.

Mas foi a avó Maria Laís Martins uma das maiores incentivadoras e onde tudo começou, para que Talisson, Naiele e Tauani estudassem na Escola Adventista.

“ Não pude oferecer para os meus filhos meios para que estudassem na Escola Adventista, mas meus netos sim. Mesmo em meio a muitas dificuldades como compra de material, uniformes e calçados, eles estão felizes em fazer parte da educação Adventista, e a família toda contribui de alguma forma para a educação dos meninos, conta Maria Laís”.

Maria explica que a Naiele tem bolsa integral e os outros dois netos pagam 50% do valor da mensalidade, as despesas dos três netos ficam em torno de R$ 400,00.

“ O gasto pode ser considerável, mas com Deus à frente a nossa família tem conseguido trabalhar para a formação dos meninos”, afirma.

Maria Laís como forma de ajudar no orçamento da família destinado a educação dos netos, começou a trabalhar a cerca de um ano como zeladora da escola Adventista. Afirma que o trabalho é digno e pode presenciar diariamente a seriedade como tudo é feito na escola.

Oportunidade

Talisson Henrique, em tom de descontração e alegria declarou: “ é um privilégio fazer parte da família da Escola Adventista. Os professores são pacientes, ensinam de uma maneira que todos conseguem entender. Temos o momento do culto, orações que nenhuma outra escola da rede pública tem.

A pequena Naiele Tauani, não hesitou em afirmar que essa é a melhor escola de Montes Claros. Opinião compartilhada pelo irmão mais novo João Victor que acrescentou:

“ Aqui se um aluno cai, o outro levanta. É um ajudando o outro, o ambiente escolar é de amizade e respeito entre os alunos e professores”, relatou João Victor.

O diretor da escola Adventista em Montes Claros, Cláudio Meireles destaca o esforço dos pais, e da avó Maria Laís para preservar Talisson, Naiele e João Victor na escola. Segundo ele, a família é um exemplo de superação e motiva todos alunos e os demais funcionários da escola a continuar trilhando o caminho no sentido de solidificar cada vez mais o trabalho realizado pela educação Adventista no município.

Cláudio explica que são realizados cursos de capacitação pedagógica com os professores e esses profissionais são encorajados a trabalhar com os alunos e suas respectivas famílias as questões envolvendo princípios e valores da educação Adventista.

O trabalho individualizado com os alunos também é um diferencial da escola. A supervisora pedagógica Patricia Deucher garante que os professores são capacitados e tem acompanhado as exigências do ensino, onde o acompanhamento individual é algo pertinente com a filosofia cristã.

“ Aqui educamos gerações. O exemplo de superação da família de Maria Laís e tantos outros nos motiva a continuar trabalhando de forma, a oferecer um ensino de qualidade para a comunidade, frisa Patricia Deucher.

[Equipe ASN, Samuel Nunes]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox