Notícias Adventistas

Educação

Estudante de colégio adventista vence concurso regional de redação

Itabuna, BA ...[ASN] Estudantes de três escolas adventistas da Bahia foram premiados em um concurso cultural na região sul do Estado. As unidades de Itabuna, Eunápolis e Teixeira de Freitas participaram da 5ª edição do projeto cultural Lápis na Mão,...


  • Share:

Aluno-escola-adventista-vence-concursoItabuna, BA ...[ASN] Estudantes de três escolas adventistas da Bahia foram premiados em um concurso cultural na região sul do Estado. As unidades de Itabuna, Eunápolis e Teixeira de Freitas participaram da 5ª edição do projeto cultural Lápis na Mão, da TV Santa Cruz, afiliada da Rede Globo em Itabuna. Os alunos das escolas adventistas foram para a final do concurso em duas das três categorias do projeto. Para o Ensino Fundamental I, categoria Desenho, foram indicados os estudantes Nicolas Moreira Almeida, do 4º ano e Júlia Souza Brito, do 5º ano, ambos da escola de Teixeira de Freitas. E na Redação foram indicados os alunos Paulo Marcelo Cunha Silva, do 8º ano, colégio de Eunápolis e Hellen Thalita Souza da Costa, Ensino Médio, do colégio de Itabuna.

O estudante Paulo Marcelo, 13, do colégio de Eunápolis, ficou em primeiro lugar na categoria Ensino Fundamental II, e também recebeu o prêmio de melhor redação do Grand Prix, que escolhe a melhor redação entre todas. Este ano, foram inscritos seis mil textos produzidos por alunos das redes pública e particular, do Fundamental II, Ensino Médio e EJA (Educação de Jovens e Adultos). O garoto que nasceu em Santo Antônio de Jesus/Ba e vive há dois anos em Eunápolis, ganhou um notebook pelo 1º lugar do Fundamental II e uma TV de tela plana pelo Grand Prix. Sua professora de Português e Redação, Darlene Silva, também recebeu um notebook como professora parceira.

Todas as redações e desenhos artísticos são avaliados por uma banca, composta por três pessoas - professores e estudantes - da Universidade Estadual de Santa Cruz. Para manter a isonomia e imparcialidade, as folhas das redações e desenhos são identificadas por um código de barras, sem o nome do autor.

O desafio - Paulo Marcelo nunca foi premiado em uma disputa ou concursos. Para ele, o projeto Lápis na Mão foi algo que surgiu da noite para o dia, e a produção do seu texto foi feita em poucas horas. Depois de passar pela correção e orientação da sua professora, sem mais prazo, o Paulo entregou o texto que se juntaria a milhares de outras redações.

No concurso de redação e desenho, a proposta do projeto tem como foco o desenvolvimento do hábito da leitura, escrita e exercício da criatividade. O tema geral foi deste ano foi Minha cidade, um sonho possível, no qual o Paulo se inspirou para criar seu texto Minha cidade um lugar para ler. Paulo descreve a emoção do prêmio dizendo que ganhar foi uma felicidade porque tudo começou com uma redação, para um concurso que ele não tinha interesse de ganhar.

Paulo Marcelo ainda é um adolescente, mas já planeja sua vida e sonha em fazer carreia na Engenharia Civil e um mestrado em Teologia. Quando pedimos para resumir o tema do seu texto, Paulo disse: “A leitura é a chave para abrir as portas do mundo, e é uma oportunidade a mais para as outras pessoas. Mas, infelizmente, tem sido deixada de lado, e uma das razões é a falta de estímulo por parte da família, a falta de bibliotecas públicas e os meios tecnológicos que concorrem em termos de entretenimento”. (Equipe ASN, Elisângela Bispo)