Notícias Adventistas

Escolas realizam projeto para manutenção de acervo e assistência ao próximo

Na Semana Nacional do Livro e da Biblioteca unidades escolares lançaram a campanha Multa Solidária

Por Daniel Gonçalves 30 de outubro de 2019

A Biblioteca Nacional, órgão governamental, instituiu os dias 23 a 29 de outubro como a Semana do Livro e da Biblioteca. Aproveitando a data, as seis unidades escolares adventistas no centro sul de Santa Catarina lançaram a campanha Multa Solidária, que consistiu no pagamento da multa por atraso na entrega de algum livro da biblioteca através de um quilo de alimento não perecível, independente dos dias de atrasos.

A campanha encerrou hoje e arrecadou 167 kg nas seis unidades de ensino. Foi uma forma de manter o acervo atualizado e ajudar ao próximo. “Temos uma multa simbólica para manter a Biblioteca e essa campanha serviu para irmos além das quatro paredes da escola. É bom para o aluno, que teve facilidade na devolução, e é bom para a biblioteca, que manteve seu acervo em dia. Além disso, ajudou o próximo”, comenta Bárbara Lipinski, bibliotecária das unidades escolares adventistas

Os donativos serão entregues para instituições de caridade do Estado, como por exemplo a Casa de Acolhimento Lar A.M.A.R, em São José/SC. “A Educação Adventista procura harmonizar o desenvolvimento pedagógico com o amor ao próximo. Temos essa filosofia, que é cristã, e por isso ficamos felizes em ver nossos alunos doando”, acrescentou a professora Aletheia Gruber, coordenadora pedagógica das unidades escolares.

Para os alunos a entrega foi uma forma de ser solidário: “Vale muito a pena porque tem muitas pessoas que estão precisando de alimentos e essa doação será muito útil para elas”, comenta Amanda da Silva Pires, estudante do Colégio Adventista de Florianópolis – Unidade Centro (CAF-C).

Outros projetos

Além dessa campanha de doação de alimentos, ainda aconteceu nas unidades escolares adventistas da região projetos como Troca-Troca Literário, Hora do Conto, Bibliocine e Parada da Leitura, todos incentivando a busca pela leitura. “É muito melhor procurar a leitura do que um videogame ou a televisão. A literatura é um conhecimento que a criança adquire que é intransferível. Aquilo que ela adquiriu com a leitura, levará para o resto da vida”, conclui Maria Sônia Santana dos Santos, profissional no CAF-C.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox