Notícias Adventistas

Escolas particulares adotam livros didáticos da Casa Publicadora Brasileira

Material preparado para a educação adventista tem conquistado também diversas instituições de ensino que não fazem parte da rede confessional.

24 de agosto de 2018

Por Thiago Basílio

CPB Educacional oferece materiais didáticos e paradidáticos para todos os níveis da educação básica. Foto: Divulgação CPB Educacional

Desde que surgiu há mais de 120 anos em Curitiba, a Rede de Educação Adventista não parou de se expandir e figura atualmente entre as maiores redes de ensino privado do Brasil, com mais de 480 unidades. Diversos fatores são atribuídos a tal crescimento: educação cristã; modelo de gestão eficiente; tradição e ensino integral são alguns deles. A proposta pedagógica adotada trabalha as dimensões físicas, mentais e espirituais do estudante, com resultados comprovados por diversas gerações.

Além das escolas adventistas, há, também, um interesse de outros grupos educacionais em adotar a proposta pedagógica, que tem uma linha exclusiva de materiais didáticos desenvolvidos para atender às demandas da rede. A Casa Publicadora Brasileira (CPB), editora da Igreja Adventista do Sétimo Dia, responsável por produzir os livros didáticos e paradidáticos para todos os níveis de ensino da educação básica, aumenta o atendimento a outros centros de ensino que optam por adotar o mesmo modelo.

“Atualmente atendemos 648 escolas, um número muito expressivo. Para se ter uma ideia, em nível comparativo, é uma quantidade maior do que toda a rede estadual do Espírito Santo, por exemplo. Dessas unidades, 164 são instituições que não fazem parte da rede adventista de ensino, mas que se identificam com nossa filosofia educacional. Essa é uma forma de divulgar os valores cristãos além dos limites das nossas escolas”, destaca Alexander Dutra, gerente da CPB Educacional.

Uma dessas unidades educacionais que utiliza o material didático adventista é a Escola do Pensar, em São Paulo (SP), que há mais de 30 anos educa seus cerca de 1.000 alunos com os livros da CPB Educacional em todos os níveis do ensino básico.  “Eu sempre fui muito exigente com o material didático e, de todos os que conheci, o da CPB é o melhor”, analisa Guy José Leite, diretor da instituição, que aponta a abordagem criacionista como grande diferencial da proposta.

Outra instituição que utiliza o material é o Colégio Portinari, de Boituva (SP). A escola oferece opções da educação infantil ao ensino fundamental e, no processo de seleção dos títulos didáticos, “o que chamou a atenção foram os valores que o material da CPB proporciona, dando auxílio à educação”, argumenta Renata Marcondes, diretora administrativa da escola. Esse crescente interesse pelas propostas da CPB Educacional ajuda a levar a filosofia adventista de ensino a mais estudantes.

Construção de novas parcerias

Vídeo resume o trabalho com livros didáticos:


Uma das ações praticadas para aprimoramento didático e ampliação de negócios é o treinamento constante, a atualização de conteúdos e qualificação de colaboradores com as questões emergentes da educação. Por isso, foi realizado entre os dias 12 e 14 de agosto, no Hotel Bourbon Ibirapuera (São Paulo), o Encontro de Divulgadores. O evento reuniu representantes e interessados no material com intuito de analisar tópicos importantes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

“Um espaço como esse mostra quão antenados estamos com relação às mudanças que o governo vem propondo na educação como um todo, principalmente no que diz respeito à Base e os impactos que ela traz no dia a dia da escola, e lógico, nos nossos livros”, destaca Rerison Alfer Vasques, gerente assistente da CPB Educacional. Mara Solange, assistente administrativa do selo, complementa: “estamos levando um material completo, atualizado, moderno e que carrega os valores da educação adventista a milhares de estudantes”.

E são exatamente os valores cristãos que despertam o interesse de tantas instituições de ensino em todo o Brasil. “Ao ter contato com centros de ensino que utilizam nossa proposta, algo que me surpreendeu foi como as pessoas amam o nosso material. Falando da minha região, outra coisa que me chamou muita atenção é que quase 100% das escolas que atendo adota o livro de ensino religioso”, enaltece Elisângela Peixoto de Almeida Souza, divulgadora da CPB Educacional na Bahia.

A produção de livros didáticos adventistas foi iniciada há 35 anos, em 1983. Hoje são disponibilizados 102 títulos didáticos e 202 paradidáticos, o que resulta em quase 50 milhões de unidades impressas, que chegam a mais de 220 mil alunos em todos os estados do Brasil e, também, a nações como EUA, Argentina, Espanha e Coreia do Sul.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox