Notícias Adventistas

Encontro incentiva maior participação de docentes em divulgações científicas

A 1ª Academia Unasp de Pesquisadores trouxe para o palco dos debates a importância da produção e divulgação de artigos nos periódicos acadêmicos.

Por Jefferson Braun e Mairon Hothon

1ª Academia Unasp de Pesquisadores reuniu cerca de 100 docentes da instituição com foco na maior produção e divulgação científica. (Fotos: Ana Paula Pirani)

A produção científica tem um papel fundamental na sociedade, pois atua não apenas para um bom currículo do professor, mas para a população que adquire conhecimento e percebe como a ciência é presente no dia a dia. Seja por meio de congressos, revistas científicas ou projetos, tornar público o alvo dos artigos faz uma comunidade mais crítica e mostra que existe um retorno dos recursos investidos nessa área.

Com foco em uma maior produção científica e editorial, o Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp) realizou a 1ª Academia de Pesquisadores nesta quinta-feira (07) no auditório da Reitoria, em Engenheiro Coelho, interior do Estado. Para este primeiro encontro, cerca de 100 docentes e discentes participaram. A iniciativa partiu da Editora Universitária do Unasp (Unaspress) em parceria com a Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão.

Entre os palestrantes do dia estavam o presidente da ABEC, Dr. Rui Seabra Ferreira Jr, o profº da UNESP e editor-chefe da revista JVATITD, Dr. Benedito Barraviera; e a CEO da Content Mind, Dra. Suely de Brito Clemente.

“Nosso foco com a Academia é oferecer aos educadores do Unasp ferramentas para pensar, de maneira completa, na pesquisa como parte essencial do trabalho. O Unasp cresceu muito nos últimos anos, e nós saímos da ideia de sermos apenas um colégio de ensino. Agora queremos cada vez mais visualizar o status de universidade, e para isso precisamos ter a divulgação científica no centro das atenções”, explica o editor-chefe da Unaspress, Rodrigo Follis.

Entre os palestrantes do dia estavam a CEO da Content Mind, Dra. Suely de Brito Clemente; o profº da UNESP e editor-chefe da revista Journal of Venomous Animals and Toxins including Tropical Diseases (JVATITD), Dr. Benedito Barraviera; e o atual presidente da Associação Brasileira de Editores Científicos (ABEC), o Dr. Rui Seabra Ferreira Jr, que também faz parte comitê do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

“Nós precisamos crescer como Igreja, e na área de educação devolver a Instituição pesquisadores melhores preparados a fim de servir a comunidade, uma forma de contribuir com o crescimento orgânico e integral. O Unasp não oferece apenas uma boa estrutura física em seus campi, mas qualidade acadêmica e na produção de artigos e revistas científicas”, ressalta o reitor do Unasp, Dr. Martin Kuhn.

Atualmente o Brasil é o 13º maior produtor mundial de conhecimentos científicos, a frente de países como Holanda, Rússia, Suíça, Turquia, Taiwan, Irã e Suécia. Entre os estados, São Paulo é o que mais produz e publica artigos e pesquisas desse gênero segundo o relatório da Clarivate Analytics (2018), publicado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) do Ministério da Educação (MEC).

Segundo o presidente da ABEC, Rui Seabra, a participação da entidade em eventos como este é essencial para a divulgação e abrangência de pesquisas acadêmicas. “Nós ficamos extremamente honrados em poder ajudar jovens editores que certamente buscarão mais conhecimento em nossos eventos. O evento foi um sucesso e a altura da grande Instituição que é a Unasp!”, afirma.

Dr. Martin Kuhn (reitor do Unasp) e Dr. Rodrigo Follis (editor-chefe da Unaspress) ao centro da foto, junto com palestrantes da 1ª Academia Unasp de Pesquisadores.

Dentro dos debates do dia estavam temas como indexar no Google Acadêmico/Scholar Revistas Científicas que utilizam sistemas como SEER/OJS, ética científica, plágio e má conduta, processo editorial e a importância da produção cientifica no ambiente estudantil entre outros pontos.

Para a diretora de Pós-Graduação do Unasp, campus São Paulo, Dr. Maristela Santini o crescimento em pesquisas alinha o foco da instituição com a filosofia adventista.

“Hoje a nossa filosofia tem como foco a pesquisa tanto dentro quanto fora do Centro Universitário. Como foi dito por um dos palestrantes, ‘sempre haverá uma nova ideia’, e este conceito também traz novas ideias de pesquisas que fortalecem a nossa filosofia”, esclarece a docente que é acrescentada pelo professor do campus Hortolândia, Thiago Caetano. “Foram dicas fundamentais que irá nos ajudar no dia a dia de sala de aula”.

De acordo com o editor-chefe da Unaspress, Dr. Rodrigo Follis, o intuito do encontro é fixar bases e se tornar um evento sólido no calendário do Unasp enquanto unidade MultiCamp. “Nós temos a pretensão que o projeto aconteça muitas vezes. A nossa meta é realizar um grande encontro como este a cada semestre para capacitar o nosso corpo docente a serem melhores pesquisadores”, finaliza.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox