Notícias Adventistas

Encontro com educadores em Copacabana aborda atividade física

Com o tema Professor Fitness, o encontro motivou os educadores a ter uma vida mais saudável

Por Douglas Pessoa 7 de fevereiro de 2019

Servidores posam após exercícios em Copacabana.

Nos últimos anos, o trabalho de incentivar as pessoas a ter uma vida saudável se intensificou dentro dos departamentos da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD). Campanhas e projetos fixos como 8 Remédios da Natureza, Feiras de Saúde e Centros de Influência já são realidade na maior parte das congregações. Para que isso aconteça, a instituição tem incentivado a abordagem do tema de modo interministerial. Ou seja, todos os departamentos trabalhando juntos com o mesmo objetivo.

Isso tem sido realidade na Educação Adventista do Rio de Janeiro. Prova disso foi o treinamento que aconteceu na última sexta-feira (01), em Copacabana, na Zona Sul da capital. O encontro, que teve a frase “Educador Fitness” como tema, incentivou professores, diretores e demais funcionários das cinco unidades escolares administradas pela Associação Rio de Janeiro (ARJ), a criarem uma rotina de exercícios físicos e transmitir esse conhecimento para os alunos. Segundo o pastor Éder Leal, líder da Educação Adventista para três estados do Sudeste (MG, ES e RJ), tal trabalho não é apenas um incentivo, mas também é uma das bases da Rede Adventista de Educação. “Vida saudável é um dos pilares do nosso sistema de ensino. Nós temos como base o intelecto, o espiritual e a saúde. Portanto, essa é uma mensagem da educação que está aliada à igreja como um todo”, explica o educador.

Para os servidores, a abordagem desse tema é de suma importância para a vida deles e para a dos próprios alunos. Segundo o professor Elias Franco Aveiro, do Colégio Adventista da Tijuca, esse é um assunto muito relevante. “Eu acho bem importante aprendermos sobre isso porque os alunos quase não fazem exercícios físicos, ficam muito tempo no celular e no computador, as vezes até negligenciam a ingestão de água. Isso serve de lição pra mim também”, aponta. A professora Érica Abreu também compartilha da mesma opinião e afirma que a abordagem é importante por causa do estilo de vida moderno em que os alunos estão plenamente inseridos. “Eu acho importante porque o mundo em que nós vivemos é muito corrido, né?. Cuidar da alimentação e das atividades físicas é muito importante para nós, como seres humanos, e para poder estar transmitindo para os nossos alunos (sic)”, afirma.

Mas o aprendizado não ficou apenas restrito à teoria. No fim da tarde, os mais de 400 servidores que estavam presentes atravessaram a Avenida Atlântica e colocaram os pés na areia da praia de Copacabana para se exercitar. Divididos em grupos, eles fizeram corridas, treinos de pilates e pequenos exercícios com o intuito de dar início a uma verdadeira mudança de vida.

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox