Notícias Adventistas

Educação Adventista no Centro-Oeste cresce em meio à crise econômica

O crescimento de 5,2%, totaliza 23.400 alunos, distribuidos em 34 unidades escolares.

10 de março de 2016

O crescimento é reflexo do investimentos na qualificação dos profissionais, na infraestrutura das escolas da região e também do envolvimento e compromisso de todos os servidores

Brasília/DF… A rede privada de escolas brasileiras calcula ter perdido um milhão, 12%, dos seus mais 9 milhões de alunos, em decorrência da crise financeira enfrentada pelo país de acordo com a Confederação Nacional dos Estabelecimentos de Ensino (Confenen). Apesar da crise, a rede de Educação Adventista comemora o crescimento de 5,2% na região Centro-Oeste apenas neste ano, totalizando 23.400 alunos, distribuidos em 34 unidades escolares. Em todo o Brasil o número de estudantes passa de 210 mil.

Segundo Pedro Renato Frozza, diretor geral da Rede de Educação Adventista para o Centro-Oeste, o sucesso é atribuído às bênçãos de Deus, ao investimento na qualificação dos profissionais envolvidos na rede e na infraestrutura das escolas da região.

Para comemorar à marca de mil alunos, uma das principais instituições de ensino da região, com localização em Brasília/DF e conhecido como CEAMA – Centro Educacional Adventista Milton Afonso, realizou no dia 04 de março, um culto de gratidão, onde professores e funcionários tiveram a oportunidade de compartilhar o relato de pais e alunos que agradeceram pela influência positiva da educação adventista na vida dos filhos e da família.

Valdirene Paiva, professora da instituição, contou que a presença da Bíblia na lista de matérias requeridos pela escola incentivou pais e alunos a “conhecerem mais a respeito do Livro Sagrado”. Para Marli Favero, também professora da Escola, os momentos de oração feitos em sala de aula trouxeram resultados animadores. Emocionada, relatou o agradecimento de uma aluna. “Ela (a aluna) me chamou fora da sala para agradecer pelas orações que a classe havia feito pelos pais dela. E me disse muito empolgada que sabia que Jesus havia ajudado os pais em uma questão matrimonial”, lembra.

Para Gibaldo Veiga, diretor do colégio, o êxito no trabalho realizado é fruto do esforço e comprometimento dos professores e funcionários que utilizam o talento como ministério. Consolidando assim amizades e criando vínculos com os alunos e suas famílias. “Nosso compromisso é fazer sempre o melhor para o crescimento desta Instituição”, enfatiza Veiga. [Equipe ASN, colaboração de Aline do Valle]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox