Notícias Adventistas

Alunos desenvolvem projetos de sustentabilidade

4 de outubro de 2015
Os alunos mostraram-se bastante empolgados e ansiosos para explicar seus projetos, que foram escolhidos e desenvolvidos por eles mesmos

Os alunos estavam bastante empolgados e ansiosos para apresentar os projetos que foram escolhidos e desenvolvidos por eles mesmos

Imperatriz, MA … [ASN] A Educação Adventista é comprometida com a formação integral de seus alunos e por isso desenvolve projetos que envolvam temas atuais e de grande relevância para a sociedade.

A Feira de Ciências do Colégio Adventista de Imperatriz – FECICADI 2015, abordou o tema Biodiversidade, na qual todas as turmas estiveram totalmente envolvidas em projetos que visam o bem-estar da população e o correto aproveitamento dos recursos naturais. Este ano a ênfase foi nas seguintes cinco áreas: saúde, social, linguagem, meio ambiente e engenharia.

A feira teve duração de dois dias, os alunos estavam bastante empolgados e ansiosos para apresentar os projetos que foram escolhidos e desenvolvidos por eles mesmos. A cerimônia de abertura contou com a presença especial da Orquestra do 50º Batalhão de Infantaria e Selva (50º BIS) e com uma rápida e enriquecedora reflexão feita pelo diretor das igrejas Adventistas do Sétimo Dia para o sul do Maranhão, pastor Alexandre Meneses.

A cerimônia de abertura teve uma oração de consagração, como de costume.

A cerimônia de abertura teve uma oração de consagração, como de costume, visto que a Educação Adventista preza também pela educação religiosa

Para Maura Rodrigues, coordenadora do Ensino Fundamental II, o que se espera é o desenvolvimento integral dos alunos, “esperamos que eles possam crescer, pois o nosso objetivo é que eles enriqueçam seus conhecimentos através do trabalho com esses projetos”, confirmou a coordenadora.

Nadijacaline esteve na feira pela primeira vez e conta que achou muito interessante; o tema que mais lhe chamou a atenção foi “A obesidade no Brasil”, “aprendi algumas coisinhas e já vai dar pra ensinar pra alguém”, completou ela.

Um dos objetivos da Educação Adventista é oportunizar o desenvolvimento do senso crítico, da criatividade, da pesquisa e do pensamento reflexivo. O aluno José Albuquerque, do 7º ano, juntamente com sua turma, cultivou plantas utilizando o método da Hidroponia, que é a técnica de cultivar plantas sem solo, onde as raízes recebem uma solução nutritiva balanceada que contém água e todos os nutrientes essenciais ao desenvolvimento da planta. As raízes podem estar suspensas em meio líquido ou apoiadas em substrato inerte, em canos de PVC, por exemplo.

Os pais colaboraram bastante também, a diretora contou ainda que os alunos receberam auxílio de engenheiros e de outros profissionais, indicados pelos pais dos alunos

Muitos alunos receberam auxílio de engenheiros e de outros profissionais, indicados pelos pais dos próprios alunos

Para a diretora do CADI, Ana Dilza, o diferencial do FECICADI 2015 foi que os projetos foram 100% idealizados pelos alunos, “eles passaram meses trabalhando nesses projetos de sustentabilidade, alguns não são totalmente relacionados ao assunto, mas tudo se resume na busca por melhorias para o Planeta”, disse ela. Os pais colaboraram bastante também, a diretora contou ainda que os alunos receberam auxílio de engenheiros e de outros profissionais, indicados pelos pais dos próprios alunos.

A Educação Adventista objetiva ainda, empreender o fortalecimento e o desenvolvimento da mente em favor do bem comum, tendo como ferramenta diferentes fontes de comunicação, informação e recursos tecnológicos, assim sendo, é oportunizado aos seus alunos uma educação diferenciada e relevante para a sociedade como um todo. [Equipe ASN, Simone Joe]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox