Notícias Adventistas

Dia Mundial Sem Carne é incentivo para semana de conscientização sobre alimentação saudável

Iniciativa levou dicas de como se manter saudável e manter maior qualidade de vida

Por Wiliane Passos 19 de março de 2021

Alimentação sem carne também proporciona proteínas e nutrientes encontrados na carne (Foto: Shutterstock)

Entendendo que uma das razões para não se adotar uma alimentação saudável é a falta de informação e os mitos criados a respeito da substituição dos nutrientes necessários, a Faculdade Adventista da Bahia promoveu, através do curso de Nutrição, uma semana de conscientização para trazer informações corretas e atualizadas sobre o vegetarianismo.

Realizada em parceria com a Educação Adventista dos Estados Bahia e Sergipe, a semana foi realizada de 15 a 20 de março, envolveu dicas de como se manter saudável, live no Instagram sobre receitas vegetarianas e um debate ao vivo no YouTube com profissionais sobre o assunto.

Leia também:

Em 20 de março é celebrado o Dia Mundial sem Carne, e o movimento em prol da alimentação saudável têm crescido cada vez mais. A data surgiu nos Estados Unidos por iniciativa das comunidades vegana e vegetariana, que realizam ações de conscientização sobre os efeitos e impactos do consumo de carne e dos benefícios de uma alimentação baseada em frutas, verduras, grãos e legumes.

De acordo com a ONG FARM, se uma pessoa deixar de consumir proteína animal ao longo de um dia, isso gera 14 kg a menos de CO2 na atmosfera, 24 m2 de terras são poupadas, 7 kg de grãos deixam de virar ração e 3400 litros de água são poupados.

Semana da saúde

Foram convidados para participar da semana os nutricionistas Jeandson Moraes, coordenador do curso de nutrição da Fadba; Tchana Oliveira, professora do curso de nutrição da Fadba; Maria Miranda, coordenadora do curso de nutrição da Universidad Peruana Unión (UPeU); doutor Sócrates Quispe, diretor associado do Departamento de Educação da Igreja Adventista para oito países da América do Sul. e a professora Valane Araújo.

Em uma live realizada no Instagram da Fadba, a professora Valane Araújo, que possui um canal no YouTube com receitas vegetarianas e um curso sobre o tema, trouxe informações sobre a importância de conhecer os alimentos e utilizar o que se tem em casa para transformar ingredientes simples em pratos ricos e saborosos, garantindo os nutrientes diários que o corpo humano necessita.

Você pode conferir a live na íntegra aqui e acompanhar o canal com sugestões de receitas aqui.

Educação Adventista

A preocupação de inserir o assunto no calendário das escolas da Rede Adventista de Educação na Bahia e em Sergipe foi apresentar para os pais os benefícios de adotar uma alimentação saudável e como ela influencia o contexto familiar, e mostrar que é possível começar uma reforma com os produtos encontrados em casa.

Quispe explicou no evento online o que se está fazendo como Educação Adventista, que é cumprir uma missão. Sendo parte da Igreja Adventista do Sétimo, que tem uma filosofia baseada e fundamentada na Bíblia, e considerando a Palavra de Deus, é indicado qual deve ser o enfoque em termos de alimentação saudável.

Dando exemplos de onde encontrar as referências do assunto, foram citados os capítulos 1 e 3 do livro de Gênesis, que apresentam recomendações sobre a alimentação saudável estabelecida na criação, baseada em ervas com sementes, árvores com frutos e sementes, e, em seguida, as verduras.

A escritora norte-americana Ellen G. White, no livro Conselhos Sobre Regime Alimentar, acrescenta que os cereais, frutas nozes e verduras constituem o regime dietético escolhido pelo Criador e que esses alimentos, preparados da maneira mais simples e natural possível, são mais saudáveis, nutritivos e proporcionam força, vigor e resistência de se precisa.

“Temos os programas de Nutrição para que a alimentação saudável seja promovida entre as instituições adventistas, assim como a parceria com a Superbom, que fornece alimentos saudáveis e opções para substituir alimentos de origem animal. A Educação Adventista trabalha em diferentes níveis de formação e de implementação naquilo que crê nas escolas, colégios e internatos”, completa Quispe.

Os internautas que acompanharam os encontros virtuais puderam tirar dúvidas sobre como adotar hábitos mais saudáveis através da alimentação e como isso influencia no desenvolvimento mental, físico e é refletido nas relações pessoais e profissionais, fortalecendo o sistema imunológico e melhorando a disposição, bem como conhecer as combinações e saber como se portar em eventos sociais.

Você pode assistir a live na íntegra no vídeo abaixo.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox