Notícias Adventistas

Crianças entre 3 e 5 anos desenvolvem projeto de escrever livro

O Dia Nacional da Alfabetização, 14 de novembro, busca fomentar discussões sobre métodos e condições de ensino para melhorar o aprendizado no país

Por Leonardo Saimon 14 de novembro de 2018

Livros feitos pelos estudantes têm contribuído para a alfabetização das crianças / Fotos: Sandra Storch

Uma em cada cinco crianças de oito anos possui níveis insuficientes de leitura. Segundo a Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA), que foi divulgada pelo Ministério da Educação, 54,73% dos estudantes acima dos oito anos não conseguem ler uma frase inteira, por exemplo. Para reverter esta realidade, o Brasil instituiu o Dia Nacional da Alfabetização a fim de que através da conscientização a respeito do assunto, as condições do ensino e aprendizado possam ser melhoradas.

Iniciativa dura pelo segundo ano consecutivo / Foto: Sandra Storch

É por isso que o Colégio Adventista de Belo Horizonte desenvolveu um projeto junto aos alunos que visa contribuir para a redução deste quadro. Alunos do Maternal ao Jardim II (que compreende a idade entre 3 e 5 anos) produziram livros autorais com direito à uma manhã de autógrafos. Entre as turmas do Maternal e Jardim I, as crianças estudaram sobre os insetos e, por isso, criaram um livro que conta a história dos bichos que aprenderam em sala de aula.

Já os pequenos do Jardim II, escreveram um livro sobre culinária saudável. O tema é resultado das aulas de culinária que a turma assiste quinzenalmente. Agora que se tornaram chefes gabaritados, os alunos criaram receitas com a ajuda da família e registraram num livro.

Fernanda Lara, mãe do aluno João Gabriel, do Jardim I, elogia o projeto.

“A iniciativa do colégio é muito boa, pois além de ser um incentivo à leitura, é uma forma de conscientizar a criança de que ela tem também a capacidade de produzir um livro. Meu filho, que adora estórias e fica encantado com os livros, formatos, ilustrações e cores, poderá vislumbrar a oportunidade de um dia ser escritor”, conclui.

Sandra Storch, coordenadora Pedagógica do Colégio, afirma que “a infância é o momento em que as crianças estão mais propícias a desenvolver hábitos que serão seguidos futuramente, por isso, consideramos que seja essencial estimular as crianças a gostarem de ler desde cedo. Nos dias atuais em que as crianças já nascem imersas à tecnologia, tal gosto deve ser cada vez mais incentivado e acentuado nas crianças.

Este é o segundo ano que o Colégio desenvolve o projeto que já conta com cinco livros publicados. Neste ano, a produção deste projeto literário começou em agosto e finalizará no dia 25 de novembro quando as crianças participarão de uma manhã de autógrafo numa livraria, localizada no centro de Belo Horizonte.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox