Notícias Adventistas

Como incentivo à leitura, Escola Adventista promove evento de Mérito Acadêmico

Estudante que ganhou o primeiro lugar leu 159 livros ao longo de 2019.

Por Rafael Brondani 27 de novembro de 2019

O prêmio foi dividido em três categorias: prata, ouro e diamante. (Foto: André Azevedo)

Uma programação diferente movimentou a Escola Adventista de Formosa, Goiás. Os alunos que obtiveram destaque durante o ano, de acordo com a média geral que tiveram em todas as matérias, foram premiados com medalhas de Mérito Acadêmico.

O prêmio foi dividido em três categorias: prata, ouro e diamante, sendo prata para o estudante que está entre 87 a 90 pontos, ouro para os que obtiveram entre 90 a 93 pontos e diamante aos estudantes que alcançaram 94 a 100 pontos geral na média escolar de três unidades letivas. O evento aconteceu na última segunda-feira (25), em um salão de festas no município de Formosa.

Os alunos foram condecorados na “Escada do estrelato”, onde receberam a medalha dos professores. Centenas de pais e amigos dos premiados acompanharam a programação na plateia.

 

O diretor Almir Afonso Pires, destaca que a escola adventista tem uma metodologia especial de incentivo ao estudo. “Nós medalhamos os alunos 3, 4 e 5 estrelas. Temos um objetivo especial que é motivá-los ao estudo, à dedicação, esforço, garra e foco. É uma forma deles criarem disciplina e habilidades mentais e de estudos para a vida. Parece algo simples, mas isso muda e transforma os alunos”, destaca o diretor.

Na ocasião, também foram revelados os vencedores do projeto “Fome de Leitura”, que tem o objetivo de incentivar a leitura e premiou os jovens que leram mais livros durante o ano. Lellen Ramos, uma das ganhadoras, leu 129 livros durante 2019. “Me sinto muito feliz! É como se eu estivesse aperfeiçoando mais os meus estudos, porque quanto mais a gente lê, mais aprendemos conteúdos diferentes. Eu aprendi muitas palavras diferentes. Com a leitura podemos viajar para onde quisermos”, diz.

Beatriz Carvalho, aluna do 7º ano, leu 159 livros durante 2019 e foi a grande vencedora do concurso. (Foto: André Azevedo)

Já Lúcia Soraya, aluna do 8º ano do Ensino Fundamental, leu 118 livros. Ela afirma que o projeto ajuda no desenvolvimento escolar. “É muito interessante aprender coisas novas, livros novos, embarcar em aventuras novas. É muito bom para meus estudos, pois aprendo palavras novas e me ajuda em várias gincanas, como o soletrando”, explica a estudante.

Os pais que estavam presentes na premiação apoiaram a iniciativa da escola. Foi o caso da Lucimar Xavier, que acompanhou o filho Guilherme, estudante no 9º ano. “Isso incentiva os alunos a estudarem mais e obterem melhores notas. Só fico triste porque esse é último ano do meu filho aqui, ano que vem ele vai para o Ensino Médio. Essa é uma escola maravilhosa que ensina valores e pensa no futuro. Ensina amar o próximo”, salienta Lucimar.

“Esse evento motiva os alunos a fluírem, a querer sempre tirar boas notas para que no futuro sejam pessoas dignas e que tenham um trabalho honesto”, argumenta o aluno do 9º ano, Guilherme Xavier.

Para o líder da Educação Adventista no Planalto Central, Márcio Castro, esse é um programa extremamente importante para educação adventista. “Nossa educação é reconhecida pelos valores e aspectos espirituais, mas ela é extremamente reconhecida pelos aspectos acadêmicos e pela qualidade do ensino, e esse momento vem para premiar os nossos alunos e também os nossos professores, que ao longo do ano se dedicaram para extrair o que há de melhor em cada aluno. Desta forma comemoramos as vitórias, conquistas e excelentes notas alcançadas por eles”, finaliza Márcio.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox