Notícias Adventistas

Colégio Adventista de Porto Alegre leva ação antitabagista às ruas

Alunos do quarto ano participaram de uma ação em rua de grande movimentação da cidade.

8 de setembro de 2015
Campanha antitabagista_CAPA_6

Alunos do quarto ano participaram de uma ação em rua de grande movimentação da cidade.

Porto Alegre, RS… [ASN] O Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde apontam que o tabagismo é a principal causa de morte evitável em todo o mundo. Dados da Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) 2014 indicam que 10,8% dos brasileiros ainda mantêm o hábito de fumar. O índice é maior entre os homens – 12,8% contra 9% entre as mulheres. Uma ação provida pelo Colégio Adventista de Porto Alegre, no 31 de agosto, teve como objetivo ajudar a diminuir ainda mais esses índices e informar a população quanto malefícios do uso tabaco.

Dia 29 de agosto foi o Dia Nacional de Combate ao fumo. Na data, o tema foi trabalho em sala de aula com os alunos do colégio, porém, hoje 31 de agosto os alunos saíram da sala de aula para a rua, para mostrarem aquilo que aprenderam a comunidade. Em duas etapas, 9:15 horas e às 15 horas, os alunos do 4º ano, acompanhados de professores e funcionários, realizaram a ação na Rua Camaquã e Otto Niemeyer, com cartazes produzidos pelos próprios alunos, de mensagens antitabagistas. Além disso, eles ofereceram às pessoas que estiverem com cigarros, uma troca saudável: trocar a nicotina por uma vitamina, contida em uma maçã.

Para a professora da turma do 4º ano da manhã, Daniela Moraes, o projeto, além de conscientizar a população quanto aos malefícios do cigarro, tem o objetivo de causar impacto na vida das crianças. “Assim, quando elas se depararem com situações relacionadas ao fumo, poderão fazer boas escolhas. O colégio adventista preza pela qualidade de ensino e isso também inclui princípios de saúde”, destaca a professora. Leonardo Godoy da Rosa, um dos alunos entendeu o recado, “aprendi que quando alguém me oferecer um cigarro eu não devo aceitar. Cigarro também pode causar muitas doenças como o AVC. Graças à Deus ninguém fuma na minha casa”.

A aluna Mariana Schmidt Weber, compreende a importância da conscientização, mantendo o respeito àqueles que possuem tal hábito. “Com esta atividade aprendi que não é bom fumar, que traz muitos prejuízos para a saúde, tristezas e até mortes. Mas mesmo assim devemos respeitar quem fuma. Eu tinha um tio que fumava, mas ele conseguiu abandonar este vício”, conto a estudante.

O aposentado Moisés Nara foi uma das pessoas atingidas pela ação, ele afirmou ser essa uma excelente iniciativa do colégio. “O cigarro é algo muito prejudicial para a saúde e pode ser o primeiro passo para o uso de drogas piores. Eu não sou fumante e eduquei meus filhos para que também não fumassem. Que bom se tivéssemos ações assim com mais frequência”, destacou. [Equipe ASN, Bianca Lorini]

Veja fotos:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox