Notícias Adventistas

Aula sobre bactérias conclui com boa ação a idosos em Maringá

Alunos do Colégio Adventista produziram e doaram iogurte para velhinhos.

1 de junho de 2016
Alunos do Colégio Adventista de Maringá interagiram com idosos em asilo

Alunos do Colégio Adventista de Maringá interagiram com idosos em asilo

Maringá, PR… [ASN] O que uma aula de Biologia sobre bactérias tem a ver com boa ação aos idosos? Para os alunos do Colégio Adventista de Maringá, tudo. Após aprenderem os benefícios dos microorganismos aos seres humanos, como na produção de alimentos, os estudantes do 2º Ano do Ensino Médio, da turma 201, fizeram um iogurte natural em laboratório. “Quando se fala em bactérias, a primeira coisa que vem à mente é doença, algo que causa algum tipo de prejuízo à saúde, mas na verdade existem bactérias boas, que são úteis, como a que usamos para fazer o iogurte. E, se até as bactérias podem fazer o bem, nós também podemos”, explica a professora Deise Garcia, responsável pelo projeto Bactérias do Bem, realizado pela terceira vez.

A prática do bem foi a etapa seguinte. Um grupo de alunos, representando a classe, levou o iogurte para os idosos do Asilo São Vicente de Paulo. Além de doar o alimento, os adolescentes dedicaram o tempo para conversar, dar atenção, jogar, se divertir, cantar e orar com os 93 velhinhos que moram no local.

“Conhecemos várias histórias interessantes de vida de cada um deles e cada uma mexeu com nós. Essa visita não só foi para entregar o iogurte que fizemos nas aulas de Biologia, mas também foi para nos mostrar uma lição de vida que a gente acaba levando para nós. Enfim, é uma experiência que todos devem ter, pois é transformadora e faz com que você reflita sobre a vida”, relata a aluna Mariana Brito Siqueira.

“Eles precisam bastante de atenção e a gente vê como é bom ajudar os outros. Foi algo que marcou, mexeu com todos”, conta o estudante Samuel Vianna Quintanilha.

Segundo o vice-diretor do colégio, Flávio Henrique de Arruda Satim, que acompanhou a grupo, o asilo costuma receber a visita dos adventistas e a expectativa é sempre boa. “No final, eles perguntaram quando a gente vai voltar, porque eles sabem que o colégio e os alunos têm um carinho especial por eles”, afirma. [Equipe ASN, Gustavo Cidral]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox