Notícias Adventistas

Alunos distribuem álcool em gel e oram com a comunidade

Ação ocorreu dentro das atividades dos 10 dias de oração. Projeto também é desenvolvido nas instituições de ensino da IASD

Por Letícia Alves 1 de março de 2021

Desde a educação infantil até o ensino médio esteve envolvido com os 10 dias de oração

O projeto 10 dias de oração acontece anualmente e mobiliza toda a Igreja Adventista do Sétimo Dia, inclusive as instituições de ensino. Orar é uma prática que faz parte da rotina diária dos alunos da Educação Adventista. Seja no início das aulas ou no final, os estudantes já estão habituados a isso, mas o projeto os convida a dedicarem mais tempo à oração por um motivo específico. Esse ano, as famílias.

Nas instituições de ensino da Educação Adventista no centro do Paraná, como no Colégio Adventista Boa Vista (CABV), em Curitiba, os alunos oravam diariamente na sala de aula. Tanto pelas temáticas definidas e quanto por amigos, familiares e pedidos diversos. “Com as ações do dia a dia a gente não dá tanta importância para uma oração, mas com o projeto pegamos o costume e nos aproximamos de Cristo”, afirma Artur Miguel, estudante do CABV.

Ações dentro e fora da sala de aula

Na escola foi explicado o projeto e em horários determinados as aulas paravam para que os alunos orassem, afinal nem só de teoria consiste o aprendizado. Além de orar na sala de aula e levar esse hábito para suas casas, os alunos do Colégio Adventista Boa Vista tiveram a oportunidade de atender a comunidade. “Entregamos um livro missionário, um álcool em gel gratuito, falamos dos 10 dias de oração e oramos com elas. As vezes as pessoas se emocionavam e faziam pedidos de oração,” conta Artur Miguel.

Seguindo todos os protocolos de saúde necessários, os alunos oraram com a comunidade

A ação contou com poucos alunos para evitar aglomerações. Durante a tarde de quinta-feira (25) eles saíram pela vizinhança do colégio com uma faixa que identificava o projeto e oferecia álcool em gel grátis. A partir desse primeiro contato eles falavam sobre os 10 dias de oração e se ofereciam para orar com as pessoas. “Vemos como as pessoas precisam de algo simples, simples para nós, mas profundo, como ter alguém orando por você, alguém se preocupando e colocando seus pedidos na mão de Deus,” relata o pr. Bryan Rojas, capelão do CABV.

O período dos 10 dias de oração acabou e com o novo decreto estadual as escolas novamente fecharam no Paraná. Mesmo assim para esses alunos orar e confiar a Deus seus anseios dentro ou fora do ambiente escolar já faz parte do dia-a-dia. “Depois desse projeto eu com certeza construí uma rotina de oração e assim me aproximei de Deus,” expressa Julia Aguiar, aluna do CABV.

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox