Notícias Adventistas

Alunos de Escola Adventista levam mensagem de conscientização para vizinhos

Ação aconteceu em comemoração ao Dia Mundial da Água

Por Douglas Pessoa 27 de março de 2019

Ação reuniu mias de mil alunos no auditório da escola.

As pessoas que vivem próximas a Escola Adventista de Cachoeirinha, na Região Metropolitana de Porto Alegre, tiveram uma surpresa ao atender ao chamado vindo dos portões de suas residências. O sorriso surpreso era perceptível ao ver dezenas de crianças com uniformes escolares, copos de água na mão e uma mensagem de conscientização na ponta da língua: o uso racional e consciente de água.

A ação, que foi feita na manhã da última sexta-feira, teve o objetivo de conscientizar alunos e moradores sobre a necessidade de economizar água. O dia escolhido para percorrer a vizinhança foi escolhido por ser o Dia Mundial da Água, data em que a Organização das Nações Unidas usa para criar ações de combate ao desperdício e a promoção de água potável no mundo.

Por isso os alunos participaram de uma palestra sobre o tema nas primeiras horas letivas e saíram para falar com os vizinhos em seguida. De acordo com a coordenadora escolar Simone Silva, a ideia era compartilhar com a comunidade o aprendizado que as crianças estavam tendo. “Nós demos várias dicas de como economizar água e de como usá-la corretamente. Isso as crianças levam para casa. No entanto, gostaríamos que a nossa comunidade também estivesse envolvida”, explica.

Esse desejo de envolvimento com a comunidade também envolveu pedestres e motoristas numa das esquinas mais movimentadas de Cachoeirinha. Com cartazes, panfletos e, claro, copos de água, os pequenos chamaram a atenção das pessoas. “Isso que eles estão fazendo é muito importante. É levar vida e saúde!”, afirma a doméstica Regina Antunes Maciel, que passava pelo local.

Além da mensagem de uso consciente, as crianças também falaram sobre a poluição dos oceanos e como isso afeta a vida marinha. “É importante que as pessoas saibam que não devem jogar lixo no mar e nos rios, porque os animais marinhos acabam comendo e morrendo”, explica a pequena Eva Cardoso, de 10 anos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox