Notícias Adventistas

Crianças arrecadam mais de meia tonelada de alimentos para estrangeiros

Pais e alunos do Colégio Adventista de Rondonópolis também doaram roupas, calçados, brinquedos, utensílios domésticos e móveis.

Por Dayane Nascimento 4 de outubro de 2019

Os alunos também aprenderam em sala de aula sobre o conceito de solidariedade e empatia (Foto: Reprodução)

Cerca de 50 famílias que chegaram da Venezuela para recomeçar a vida no Brasil poderão contar com roupas, calçados, brinquedos, utensílios domésticos, roupas de cama, colchão, além de 650 quilos de alimentos arrecadados pelos pais e alunos do Colégio Adventista de Rondonópolis (a 218 quilômetros de Cuiabá). A campanha foi batizada de Mãos que Fazem a Diferença e as doações foram entregues no dia 4 para a equipe da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA).

“Trabalhamos por três semanas o conceito de solidariedade, a preocupação com o outro, trazendo a ideia de empatia, de se colocar no lugar de outra pessoa”, explica o diretor da unidade escolar, Hitchelly Betzel. “O tempo de arrecadação foi curto, porém proveitoso, pois os pais e alunos se mobilizaram.”

Leia também:

“A nossa campanha foi muito produtiva. Melhor que os pais doarem é ensinar os filhos a viverem a solidariedade”, reforça a coordenadora pedagógica Elineide Rodrigues Betzel.

A ADRA, em parceria com o Escritório de Assistência a Desastres estrangeiros nos Estados Unidos (USAID), está trabalhando em Rondonópolis com o objetivo de ajudar os venezuelanos a recomeçarem a vida no Brasil.

O programa tem o objetivo de oferecer às famílias que vêm do país vizinho estadia com dignidade e condições necessárias à sobrevivência como trabalho, educação e saúde. O projeto será executado em 12 meses e é realizado em Belo Horizonte, Curitiba, Manaus, Salvador, Porto Alegre e onde a ADRA possui escritórios sub-regionais ou outras cidades a serem determinadas, como acontece em Rondonópolis.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox