Notícias Adventistas

Colégio doa casa e móveis para mulher desabrigada

Estudantes e professores arrecadaram recursos para ajudar a tia de um aluno.

2 de março de 2016
12794376_985382924830304_73341200271361726_n

A casa de Jovina foi erguida com doações de materiais e mão de obra de empresários, pais de alunos e professores (fotos: Waldney Capriglione e Jaqueson Fernando Michels)

Londrina, PR… [ASN] Jovina dos Santos abriu a porta de sua nova casa pela primeira vez na manhã do dia 28 de fevereiro, domingo. Sob as lentes que filmavam e fotografavam, e de olhares da vizinhança, a senhora de 59 anos, cabelos grisalhos, girou a chave e moveu a maçaneta para inaugurar uma nova fase em sua vida. Com misto de timidez e alegria, a desempregada admirou cada móvel e eletrodoméstico, incluindo a geladeira repleta de alimentos.

Fazia um ano que Jovina estava morando de favores em casas de parentes. Um vendaval quase pôs sua antiga casa abaixo e a Defesa Civil teve que interditar a residência. “É muito bom a gente ter o canto da gente. Que Deus abençoe esse colégio”, agradeceu, se referindo ao Colégio Adventista de Londrina, responsável pela mobilização que usou a solidariedade para construir a moradia.

A ação do colégio na vida de Jovina começou quando os alunos do 9º ano conheceram as entidades beneficentes de Londrina, no interior do Paraná, em uma atividade da aula de Geografia, em meados de 2015. Segundo a professora da disciplina, Marilaine Fortes da Silva Deggerone, os estudantes ficaram motivados com a experiência e quiseram ajudar de alguma forma uma pessoa que precisasse. “A nossa condição era que o beneficiado tivesse alguma ligação com os alunos. Então, um dos colegas da turma sugeriu a tia dele, que estava morando num barraco. Nós fomos até o local para verificarmos e vimos realmente que a necessidade dela era urgente”, relatou a professora.

O menino que apresentou a situação de Jovina é o Marcos Rogério dos Santos. Emocionado com a ajuda que conseguiu para a tia, o adolescente de 15 anos conta que foi uma resposta à oração. “A gente sempre pediu para Deus, sempre oramos em família e Deus deu essa honra para gente”.

12741922_980829308618999_7409232239251112450_n

A antiga casa de Jovina foi interditada depois de um vendaval

A ideia de conseguir uma casa digna para Jovina cresceu, recebeu o apoio da administração do colégio e se tornou um projeto. Os estudantes fizeram visitas a empresas para arrecadar fundos para a construção e conseguiram R$ 7 mil. Além dos empresários, familiares, professores e parceiros da instituição também fizeram doações de móveis, materiais e mão de obra.

“Os alunos também trabalharam a comunicação, a interação social, então foi muito bacana esse trabalho para poder mostrar que a Educação Adventista não trabalha só dentro de quatro paredes, mas ela vai para fora também, para mostrar ao mundo que existe uma educação que faz a diferença”, observou o vice-diretor, David Euclides Martins.

A casa de 35m² tem sala, cozinha, um quarto, um banheiro e uma varanda — o suficiente para uma pessoa que mora sozinha. O terreno, que era todo irregular, foi aplainado e ganhou um gramado. Agora, a rua José Piloto, número 305, tem uma casinha pintada de azul claro onde mora uma senhora agradecida pelo gesto de alunos que aprenderam a solidariedade na sala de aula e levaram à prática.

Educação com cidadania e o projeto de outro lar

A casa de dona Jovina estava prevista para ser entregue em dezembro de 2015. Porém, por alguns empecilhos e principalmente a chuva, foi terminada em fevereiro. Assim, a ação se enquadrou no projeto da Educação Adventista na região Sul do Brasil neste ano: Educação Mais Cidadania, cuja proposta é, entre outras, criar vínculos com a sociedade em diversos ambientes.

Além do suporte material e social que o colégio tem dado para Jovina com a doação da moradia e de alimentos, a intenção é dar sequência fornecendo amparo também espiritual. “Agora nós vamos para a segunda parte, que é a mais importante. Nós vamos dar o aporte espiritualmente. Estaremos também ajudando quando ela precisar de alimentos, mas estaremos aqui para dar esse aporte espiritual que ela tanto necessita”, disse o diretor Jaqueson Fernando Michels. [Equipe ASN, Gustavo Cidral]

Assista à reportagem da RPC TV, afiliada da TV Globo no Paraná, sobre a ação do colégio:

Reportagem exibida no Revista Novo Tempo:

 

Abaixo, confira a galeria de imagens:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox